Ver Mensagens
Páginas: [1] 2 3
1  Outros / Carta do leitor / XENOFOBIA DE NOVO NAO!!! em: Abril 17, 2015, 03:51:57
Xenofobia não, Basta!

Na nação do arco iris,
Onde Allah concedeu Ouro, prata e platina
Agricultura, tecnologia que se imagina,
Onde contra o apartheid lutamos,

Nossos irmãos” sul africanos,
Parte-nos como piris
Nos nos cortam como capim,
Com as facas e catanas nos degolam,

Como cães que os boers dão-nos para nos comer,
Como policiais estúpidos que algemam,
E arrastaram nosso compatriota até morrer,
Como gente nas favelas a serem incediados,

Como qualquer um com cabeça rachada e estripado,
Os sul africanos, mazulus, shozas, basotho,
Bapedi, Venda, Tswana, Ndebele
Irão pagar no álém pelo sangue,
Que de nós fazem correr,

Ai de vocês políticos radicais, lideres agitadores
Ai de vós pelo que vossas mão ganha por isso
Ai da hipocrisia de vossas línguas,
Enquanto vossos corações estão cheios
De racismo, ódio, preconceito e vingança,

Essa pátria que defendemos ,
E que vossos líderes abrigamos,
Onde muitos de vós refugiamos,
É hoje ingrata a nós,

A aqueles que deram suas vidas aos outros,
Vocês tiram vidas indevidamente,
Vidas de moçambicanos, nigerianos, malawianos
Indianos, somalianos

Vidas de quem trabalha na vossa terra,
Pela vossa preguissa,
Pelo desenvolvimento emancipado
de uma africa melhor,
Vocês boers e negros,

Montados em cada esquina da vossa terra,
Carregam sangue pelas costas,
Dos vossos vizinhos,
Que o quão não fizeram,
Para que vocês hoje,
Pudessem prosperar,

Vocês esquecem que tem por aqui,
Emprendimentos, hoteis, resortes
Bancos, edifícios,
Concidadãos...

Vocês esquecem que tem por aqui embaixadas
Carros estrangeiros,
Mercadoria para exportar.
Pensem bem, pensem bem mesmo...
Quando o povo sofredor disser basta!!!!

Por: Nwana wa jumael (FILHO DE ISMAEL)
                  Maputo
2  Destaques / África / XENOFOBIA DE NOVO NAO!!! em: Abril 17, 2015, 03:51:09
Xenofobia não, Basta!

Na nação do arco iris,
Onde Allah concedeu Ouro, prata e platina
Agricultura, tecnologia que se imagina,
Onde contra o apartheid lutamos,

Nossos irmãos” sul africanos,
Parte-nos como piris
Nos nos cortam como capim,
Com as facas e catanas nos degolam,

Como cães que os boers dão-nos para nos comer,
Como policiais estúpidos que algemam,
E arrastaram nosso compatriota até morrer,
Como gente nas favelas a serem incediados,

Como qualquer um com cabeça rachada e estripado,
Os sul africanos, mazulus, shozas, basotho,
Bapedi, Venda, Tswana, Ndebele
Irão pagar no álém pelo sangue,
Que de nós fazem correr,

Ai de vocês políticos radicais, lideres agitadores
Ai de vós pelo que vossas mão ganha por isso
Ai da hipocrisia de vossas línguas,
Enquanto vossos corações estão cheios
De racismo, ódio, preconceito e vingança,

Essa pátria que defendemos ,
E que vossos líderes abrigamos,
Onde muitos de vós refugiamos,
É hoje ingrata a nós,

A aqueles que deram suas vidas aos outros,
Vocês tiram vidas indevidamente,
Vidas de moçambicanos, nigerianos, malawianos
Indianos, somalianos

Vidas de quem trabalha na vossa terra,
Pela vossa preguissa,
Pelo desenvolvimento emancipado
de uma africa melhor,
Vocês boers e negros,

Montados em cada esquina da vossa terra,
Carregam sangue pelas costas,
Dos vossos vizinhos,
Que o quão não fizeram,
Para que vocês hoje,
Pudessem prosperar,

Vocês esquecem que tem por aqui,
Emprendimentos, hoteis, resortes
Bancos, edifícios,
Concidadãos...

Vocês esquecem que tem por aqui embaixadas
Carros estrangeiros,
Mercadoria para exportar.
Pensem bem, pensem bem mesmo...
Quando o povo sofredor disser basta!!!!

Por: Nwana wa jumael (FILHO DE ISMAEL)
                  Maputo
3  Outros / Carta do leitor / AS MORTES DA RENAMO E A DOR POVO em: Abril 03, 2014, 04:15:53
A SOBERANIA, AS MORTES DA RENAMO E A DOR POVO

(MUXÚNGUE)
 
Ó vós que sois defensores da pátria,
Saibam o que custo é da vossa democracia,
Vós tendes direito de defender-se sim não negamos,,
Está plasmado, embora muitos não concordem,
 
Vós tendes direito de perseguir a política falhada,
Da estaca zero do desarmamento das matas,
de santugira e sofala e enquandrar os homens da renamo,
Claro! É direito defender a integridade e o território,
 
Mas povo não pensa assim, povo o que sente e  fala,
Parece não pensar, pelas críticas que fazemos ao dito regime,
Dizemos ter razão, pelos insultos ao nosso presidente,
 
dos nomes feios que o chamamos, "ambicioso e arrogante"
povo pa! povo acorda! Sabeis do que a Renamo pretende?
temos noção da desestabilização? Do passado?
 
Vós sabe que filhos nossos em muxúngue e santugira,
estao a sofrer, Mortes, de noite e dia só a esconder e a correr,
Povo assiste na Tv nem?,mas saibais que na rua do vosso palco,
 
Onde teatro do Ocidente com Alice mabote e outros fazem,
Não muda nada da matança da Renamo e do sangue,
Derramado dos nossos e vossos filhos e civis,
 
Dos danos causados agora a linha de cena,
Do carvão que já não pode sair para salário subir,
Povo sabe, dos  críticos abertos ao dito regime,
Dentre cartas e aulas magnas e críticas aos mega projectos,
 
Dos sabotadores e lambe botas do presidente,
dos infiltrados, dos que maus conselheiros são,
Estão convictos com os académicos e grupo G 40,
Do povo que está calado desta porra e não aguenta,
 
Dos deputados de colarinho branco e bolsos xurudos,
Dos discípulos de Dlhakama que violentam verbalmente,
os Muxangas e Mazangas, as massas da capital e do país,
 
 razão procura-se em nos ou outros? Se todos estamos no mesmo barco,
Mas digo e repito a vós as mortes da RENAMO, pelas dores do povo
Aos assassinato do estado, Mussa Bin Mbique tem que se defender,
 
Seja com o exercito e a polícia,
A Renamo e o povo tem que acabar com a malícia,
Dos discursos dos jornais, praças públicas ou da TV,
 
Pois se assim continuar a paz já não se vê e a guerra se antevê

 
Farlahi e Xangamira Dombo,  In “Poemas  da defesa de Mussa Bin Mbique”
4  Outros / Carta do leitor / NATAL: ORÍGEM E EFEITOS NEGATIVOS (CONCLUSAO) em: Dezembro 24, 2013, 02:53:17
Então, pare o que está fazendo Ó cristãos e Papas. Pare com isso que Allah advertiu contra  endeusar 'Eesaa (Jesus), e qualquer outra coisa além dele a partir das coisas criadas. E se você não parar, então vocês todos estão sobre a descrença e politeísmo, ea recompensa por que é que Allah fará proibido para você todo o Paraíso, e ele vai fazer a sua morada final ser o fogo do inferno.

Não se deixe enganar por aquilo que vocêS encontraram sobre seus antecessores, e seu papas, e seus padres ou monges. Porque em verdade juro por Allah que eles são sobre falsidade e incredulidade. Na verdade, eles distorceram a Torá e do Evangelho (Injeel) como já mencionado a você anteriormente.

E não pense que "Eesaa (Jesus) vai interceder por você para você entrae no Paraíso, e salvá-lo do fogo do inferno, porque isso é algo que não está sob seu controle. Porque todos vocês se opunham a ele, e você se opuseram a sua crença, a crença do monoteísmo puro (At-Tawhid).E que todos tenham o levado como um deus, enquanto ele próprio rejeita quem faz isso, e ele vai negar-se de que você e sua desorientação, e sua tomada ele e sua mãe como dois deuses além de Deus.
O Altíssimo disse, "E (lembra-se), quando Deus vai dizer (no Dia da Ressurreição):


E recordar-te de quando Deus disse: Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: Tomai a mim e aminha mãe por duas divindades, em vez de Deus? Respondeu: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que pordireito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo queignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível

Não lhes disse, senão o que me ordenaste: Adorai a Deus, meu Senhor e vosso! E enquanto permaneci entre eles, fuitestemunha contra eles; e quando quiseste encerrar os meus dias na terra, foste Tu o seu Único observador, porque ésTestemunha de tudo.
[Al-Maa'idah :116-116]

Portanto, este é "Eesaa libertando-se das crenças (" aqidah) dos cristãos, e sua crença falsa sobre ele e sua mãe, que eles são duas divindades além de Allah. E ele vai deixar claro ante Allah que ele não comandar as pessoas, exceto com o que o seu senhor mandou-o."Adoração Allah, meu Senhor e vosso Senhor." Então Allah é o seu Senhor, eo Senhor de todas as pessoas. E é impossível que "Eesaa (Jesus) teria pedido para si ou para a sua mãe deidade ou divindade, ou que ele iria comandar as pessoas a associar parceiros com Allah (ou seja, nada de adoração que não seja Allah). Portanto, se você rejeitar tudo o que este mensagem contém de realidades, e você disputar e argumentar sobre isso, então em verdade vos convido a todos para invocar a maldição de Allah, assim como Allah ordenou Seu Mensageiro verdadeira e confiável (Muhammad) para fazer. Allah disse a ele (Maomé - sallallaahu 'saw),

Porém, àqueles que discutem contigo a respeito dele, depois de te haver chegado o conhecimento, dize-lhes: Vinde! Convoquemos os nossos filhos e os vossos, e as nossas mulheres e as vossas, e nós mesmos; então, deprecaremos para que amaldição de Deus caia sobre os mentirosos."[Aal 'Imraan: 61]

Que Allah guia-vos para o Isslam

Allah sabe melhor
5  Outros / Carta do leitor / NATAL: EFEITOS NEGATIVOS (2) em: Dezembro 24, 2013, 02:49:42
EFEITOS NEGATIVOS

a) A idolatria. Como Já havíamos mencionado, é o principal aspecto negativo do Natal, já que degrada o ser humano fazendo regressar a um primitivismo espiritual idêntico dos povos bárbaros e ignorantes da antiguidade.

b) O consumo de álcool. Durante a celebração do Natal há um aumento bastante considerável no consumo de álcool pela população. Este, por sua vez, traz consigo inúmeros problemas sociais, como a violência familiar, a violência nas ruas, a desintegração familiar, intoxicações, acidentes de trânsito, etc.

c) O consumo de drogas. Também há um aumento considerável no consumo de drogas, com conseqüências similares às produzidas pelo consumo de álcool.

d) A fornicação e o adultério. No Natal e dado não só transito livre para a prática do sexo ilícito, mas também é incentivado inclusive pelas autoridades. A prova disto é que em muitos países o governo ou as autoridades municipais destinam um generoso orçamento, na propaganda e na compra de grandes quantidades de preservativos para serem distribuídos gratuitamente entre as pessoas nesta época. Aparentemente tudo isso tem uma finalidade nobre: o de evitar doenças venéreas; mas na realidade o que ocorre é que, se haviam pessoas que por temor das doenças venéreas e por falta de dinheiro para comprar um preservativo tinham a intenção de absterem-se de cometer fornicação ou adultério, agora já não terá mais o porquê de fazer-lo, pois agora poderá obter um preservativo totalmente grátis. Sendo assim por que abster-se? Desta maneira, os valores e a moral na sociedade se vêem seriamente deteriorados.

e) A proliferação de doenças venéreas. Isto é também uma consequência do ponto anterior. Já que tem muitas pessoas que se excedem no consumo de álcool, a tal ponto de não ser dono de seus atos e serem capazes de cometer os atos mais vergonhosos possíveis. Assim, não é de se surpreender que as doenças venéreas se expandam dentre a população.

f) Gravidez indesejada. Diversos estudos realizados em países que celebram o Natal demonstram que nove meses depois desta celebração, aumenta consideravelmente o número de nascimentos. A gravidez indesejada é outra das terríveis consequências do adultério e da fornicação. Isto desencadeia um problema muito sério para a sociedade: as crianças de rua. Muitas destas crianças são o produto da gravidez indesejada e terminaram vivendo nas ruas, sendo vítimas de incontáveis sofrimentos.
Rogamos a Allah que nos mantenha longe de todos estes males.
6  Outros / Carta do leitor / O QUE ERA CELEBRADO NO NATAL? em: Dezembro 24, 2013, 02:48:54
O que era celebrado no natal?


No dia 25 de dezembro durante o solstício de inverno, os sacerdotes cananeus sacrificavam crianças de 3 meses à deusa Ishtar (ou Ashtaroth, dependendo do povo ou lugar) em uma celebração chamada “missa do menino” (um dos significados de missa é sacrifício). Tudo isso porque no dia 25 de dezembro nasceu o deus sol Ninrode (que era reencarnado em Tamuz); ora, os gregos diziam que Júpiter, o deus grego sol nasceu nesta data, o mesmo diziam os egípcios sobre o deus sol Rá, a mesma coisa diziam os romanos sobre o nascimento de Mitra, o deus sol persa que o pontifex maximus Constantino I adorava. O que mais assusta é a origem da árvore de natal. Semíramis alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia de um pedaço de árvore morta, simbolizando o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida todo ano, no dia de seu aniversário, Semíramis dizia que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela. Entretanto, o “natal” só passou a ser comemorado no século VI da nossa era, visto que esta data de 25 de dezembro, não tem em nada com o nascimento do Senhor Jesus, que a Bíblia não diz em nenhuma página, mas coincide muito com a data pagã.

Note que o nosso calendário solar é um mero aperfeiçoamento do calendário babilônico, feito para adorar o deus sol nos equinócios e solstícios.


 Nesse dia comemoravam, faziam festas, enfeitavam suas casas com luzes.Também as velas, símbolo tradicional do Natal, são uma velha tradição pagã, pois se acendiam ao ocaso para reanimar ao deus sol, quando este se extinguia para dar lugar à noite. É relatado também que os pagãos utilizavam as árvores como forma de idolatria, ritual imitado hoje pelos cristãos.


Portanto, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao"nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada nessa data; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o dia do nascimento do misterioso deus persaMitra, o Sol da Virtude.


Eles têm muitos rituais e actos de culto, neste momento, quando eles vão para a igreja, mantendo orações especiais e serviços. A história do nascimento do Messias é mencionado em seus evangelhos - Lucas e Mateus. Foi celebrada pela primeira vez em 336 CE. O festival é influenciada por rituais pagãos, quando os romanos costumavam celebrar o deus da luz e do deus da colheita. Quando o cristianismo se tornou religião oficial dos romanos, o Natal tornou-se o festival mais importante da Europa. São Nicolau tornou-se um símbolo de oferta de presentes neste festival nos países europeus, em seguida, Papai Noel (Santa Claus) tomou o lugar de São Nicolau como símbolo da doação de presentes, especialmente às crianças


Os cristãos têm muitos rituais neste dia. Os cristãos da Palestina e das regiões vizinhas se reúnem na noite do festival em Belém, a cidade onde o Messias (que a paz esteja com ele) nasceu, para assistir a missa da meia noite entre seus outros rituais, celebra-se também o mais próximo domingo para a data de 30 de novembro, que é o dia da festa de Santo André. Este é o primeiro dia do Advento - o advento do Messias (que a paz esteja com ele). A festa atinge o seu pico quando eles ficam lá para Missa do Galo, quando as igrejas são decoradas e as pessoas cantam músicas natalinas. A época do Natal termina no dia 06 de janeiro. Alguns deles queimar parte do tronco da árvore de Natal, então mantêm a parte que não é queimada, acreditando que esta queimando lhes trará boa sorte.Essa crença é bastante difundida na Grã-Bretanha, França e países escandinavos.
 
Acaso seria isso um ensinamento de Jesus? Acaso algum dos primeiros seguidores de Jesus (‘aleihi Salam)comemorou o dia 25 de dezembro como dia do nascimento de Jesus?

Que aspectos comuns existem entre o natal moderno e o antigo (romano)?

O principal aspecto em comum do natal moderno e do antigo é a idolatria, selvageria, os excessos e a permissividade. Hoje, como antes, o natal como o final do ano (Revellion) são considerados como um tempo em que tudo é permitido. Nesta época as pessoas têm a sensação de possuir a “liberdade” em fazer tudo o que lhe agrada. As estadísticas demonstram que durante esta celebração aumenta desproporcionalmente o consumo de álcool e drogas, a violência nos lares, a violência nas ruas, a fornicação e o adultério.

Apesar de tentarem mostrar o Natal sendo uma festa religiosa ou como uma ocasião para estar com a família, não podemos negar o fato de que,  assim como antigamente, o natal segue sendo uma festa onde reina o caos e se cometem inúmeros atos que atentam contra a dignidade do ser humano. Para dar-nos conta disto, basta olhar como ficam as ruas de uma cidade na manhã seguinte depois um dia de natal: homens e mulheres  embriagados que não recordam nem seus próprios nomes, garrafas de bebidas alcoólicas por todas as partes e um infinito de outros desperdícios que fazem com que as ruas pareçam literalmente como lixeiras.

NATAL ORIGEM BABILONICO, - DEUS ADORADO - NINROD

EGIPCIO - DEUS ADORADO: - RA

ROMANO - DEUS ADORADO - MITRA

TEMPO MODERNO (CRISTIANISMO) -  JESUS


Quem é o Deus Sol?

Sol Invictus ("Sol Invicto", em latim), também conhecido pelo nome completo,Deus Sol Invictus ("Deus Sol Invicto"), era um título relígioso que foi aplicado a três divindades distintas durante o Império Romano tardio.

Ao contrário de outros, culto agrário do Sol Indiges ("Sol na Terra"), o título Deus Sol Invictus foi formado por analogia ao título imperial pius felix invictus ("pio, feliz, invicto").
O título foi introduzido pelo imperador romano Heliogabalo, durante a sua tentativa abortada de impor o deus Elagabalo Sol Invicto, o deus-sol da sua cidade natalEmesa na Síria. Com a morte do imperador em 222 d.C., contudo, o seu culto esvaneceu-se.
Em segundo instante, o título invictus ("invicto") foi aplicado a Mitra em inscrições de devotos. Também, aparece aplicado a Marte.
Finalmente, o imperador Aureliano introduziu um culto oficial do Sol Invicto em270 d.C., fazendo do Deus Sol a primeira divindade do império. Contudo, não oficialmente identificado com Mitra, o Sol de Aureliano tem muitas características próprias do Mitraísmo, incluindo a representação iconográfica do jovem deus imberbe. O culto do Sol Invicto continuou a ser base do paganismo oficial até a adesão do Império ao cristianismo — antes da sua conversão, até o jovem imperador Constantino I tinha o Sol Invicto como a suacunhagem oficial.

O Natal e Seus Efeitos Negativos

Dado que o Natal é uma celebração de origem pagã, não é correto que um crente monoteísta o celebre. Todo crente monoteísta de fé sincera, deve estar atento em não cometer atos que desagradem Allah, pois ele deve ter como principal meta de sua vida obedecer a Allah. Ao celebramos o carnaval, estaremos fazendo parte do culto a deuses pagãos e nos rebaixando ao mesmo nível que os idólatras da antiguidade.

É triste ver que, apesar das evidências contundentes onde demonstram o natal ser uma festa pagã, prejudicial à sociedade sendo um atentado direto contra a moralidade, a dignidade e aos bons costumes, alguns pregadores não manifestarem nada contra essa celebração, se não que a apóiam ou se mostram indiferentes; quando eles em sua qualidade de líderes espirituais deveriam ser os primeiros a zelar pelo bem estar dos seus seguidores, tanto nesta vida como na outra.
Os próprios lideres cristãos esquecem que a Bíblia diz que os bêbados não entrarão no reino dos céus [nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os difamadores, nem os assaltantes hão de possuir o Reino de Deus. - Coríntios, 6: 10]; então, se realmente lhes interessa a salvação de seus seguidores, deveriam proibir expressamente as pessoas consumirem bebidas alcoólicas. Também diz que “os costumes dos povos são uma vaidade” sendo que vaidade é muito mal vista no ponto de vista cristão; pois então, não deveriam usar como pretexto as “tradições e costumes” para permitir a celebração de festas pagãs. E, mais importante ainda, a Bíblia diz que Deus odeia a idolatria e mostra muitos exemplos de povos castigados rigidamente por serem idólatras; se realmente quisessem o bem para as pessoas, deveriam proibir a celebração desta festa que é claramente idólatra desde suas origens e continua sendo na atualidade.
Allah, em sua infinita misericórdia, colocou o ser humano em uma posição privilegiada no Universo e o nomeou Seu representante sobre a criação. Mas o ser humano, em vez de ser agradecido ao seu Senhor, constantemente o desafia e dá as costas, obedecendo aos seus próprios impulsos para satisfazer seus prazeres e rendendo culto a falsos deuses. Se por um pequeno instante e pararmos para pensar em todas as coisas e bênçãos que Allah nos deu, compreenderíamos que mesmo ficando a vida inteira agradecendo Allah, não conseguiríamos.

O Fato de que as pessoas oferecem-se presentes e estão em família é uma desculpa válida para não prestar atenção a suas origens?
Não, não é uma desculpa válida; porque o fato de que atualmente se dê ao natal outro significado ou objetivo (a diversão, a preservação da cultura, gerar recursos financeiros, dia da familia, etc.), não muda em nada sua verdadeira essência: a adoração a deuses pagãos. Se quisermos nos divertir, existem muitas maneiras saudáveis de se fazer, sem ter que participar de um culto idólatra e sem desobedecer a Allah.


EFEITOS NEGATIVOS

a) A idolatria. Como Já havíamos mencionado, é o principal aspecto negativo do Natal, já que degrada o ser humano fazendo regressar a um primitivismo espiritual idêntico dos povos bárbaros e ignorantes da antiguidade.

b) O consumo de álcool. Durante a celebração do Natal há um aumento bastante considerável no consumo de álcool pela população. Este, por sua vez, traz consigo inúmeros problemas sociais, como a violência familiar, a violência nas ruas, a desintegração familiar, intoxicações, acidentes de trânsito, etc.

c) O consumo de drogas. Também há um aumento considerável no consumo de drogas, com conseqüências similares às produzidas pelo consumo de álcool.

d) A fornicação e o adultério. No Natal e dado não só transito livre para a prática do sexo ilícito, mas também é incentivado inclusive pelas autoridades. A prova disto é que em muitos países o governo ou as autoridades municipais destinam um generoso orçamento, na propaganda e na compra de grandes quantidades de preservativos para serem distribuídos gratuitamente entre as pessoas nesta época. Aparentemente tudo isso tem uma finalidade nobre: o de evitar doenças venéreas; mas na realidade o que ocorre é que, se haviam pessoas que por temor das doenças venéreas e por falta de dinheiro para comprar um preservativo tinham a intenção de absterem-se de cometer fornicação ou adultério, agora já não terá mais o porquê de fazer-lo, pois agora poderá obter um preservativo totalmente grátis. Sendo assim por que abster-se? Desta maneira, os valores e a moral na sociedade se vêem seriamente deteriorados.

e) A proliferação de doenças venéreas. Isto é também uma consequência do ponto anterior. Já que tem muitas pessoas que se excedem no consumo de álcool, a tal ponto de não ser dono de seus atos e serem capazes de cometer os atos mais vergonhosos possíveis. Assim, não é de se surpreender que as doenças venéreas se expandam dentre a população.

f) Gravidez indesejada. Diversos estudos realizados em países que celebram o Natal demonstram que nove meses depois desta celebração, aumenta consideravelmente o número de nascimentos. A gravidez indesejada é outra das terríveis consequências do adultério e da fornicação. Isto desencadeia um problema muito sério para a sociedade: as crianças de rua. Muitas destas crianças são o produto da gravidez indesejada e terminaram vivendo nas ruas, sendo vítimas de incontáveis sofrimentos.
Rogamos a Allah que nos mantenha longe de todos estes males.

Participar das festividades religiosas dos incrédulos


Infelizmente, muitas vezes assistimos alguns muçulmanos participarem das celebrações como o Natal, o qual é proibido pelas seguintes razões:

•   É imitar os incrédulos e o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Aquele que imita um grupo de pessoas estará com eles (Inferno).” [Abu Daud e outros]. Esta é uma advertência muito perigosa. ‘Abdullah Ibn Amr Ibn Al’-As (que Allah esteja satisfeito com ele), disse: “Quem constrói (uma casa), na terra dos incrédulos, participe de suas festas e os imite, logo morre. Será um perdedor no Dia da Ressurreição”.

•   É uma forma de refletir o amor e compaixão para com os incrédulos, enquanto Allah diz (significado em português):

Hein HeinHein?? HeinHeinHein HeinHein? ?? HeinHeinHein?? HeinHein?? HeinHeinHeinHein? HeinHeinHein? HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHein?? HeinHein HeinHein?? Hein?? HeinHein?? Hein?? HeinHein??

“Ó vós que credes, não tomeis aliados os que são Meus e os vossos inimigos, demonstrando-lhes afeto quando eles renegaram crer na verdade quando vos chegou…”.[/b] [Al-Mumtahana 60: 1].

•   Estes festivais são rituais religiosos com base em uma falsa crença dos não-muçulmanos e não eventos seculares habituais, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse comentando sobre uma celebração islâmica [‘id]: “Cada povo tem suas próprias celebrações particulares, e hoje é a nossa”. As celebrações deles são baseadas sobre a corrupção e a descrença, onde envolvem a associação (shirk) de outros com Allah seja de alguma ou outra forma.


•   Além disso, os muçulmanos não podem ajudar, seja de que forma for durante estas festividades. Não podemos vender nada, absolutamente nada que seja relacionado e necessário para tais celebrações, sejam alimentos, árvores, luzes de Natal, doces ou outras coisas; tão pouco podemos alugar um local qualquer para que possa ajudar na realização de tais festividades.

O Imam Ibn Al Qaim (que Allah tenha misericórdia dele e conceda Seu perdão) disse: “Este é consenso dos sábios muçulmanos, e toda forma de felicitação para este tipo de evento está proibido, como por exemplo: “Feliz Ano Novo” ou “Feliz Natal”. Se alguém felicita se converte em incrédulo, e não poderá escapar da ação de ter cometido um grande pecado, pois essa felicitação é como aprovar a prostração perante uma cruz. A felicitação em suas festividades é pior que felicitar alguém que consome álcool ou de ter cometido adultério. Existem muitas pessoas cuja religião é um assunto trivial minimizando a questão de manifestar felicitações a eles, ignoram a gravidade do que eles estão cometendo: que parabeniza uma pessoa por haver cometido um pecado ou um ato de incredulidade, esta submetido a ira de Allah”.

A proibição mostrada pelo Imam Ibn Al-Qaim (que Allah tenha misericórdia dele e conceda Seu perdão), é porque aquele que os felicita está na realidade aprovando seus rituais de descrença (kufr), mesmo que ele não aprove a incredulidade para si mesmo. É proibido um muçulmano adotar qualquer forma de incredulidade ou felicitar aos outros devido a ela, Allah nos diz (significado em português): “Se negam a crer… Allah é Rico e não necessita e nem aceita de Seus servos a incredulidade. Porém se agradeceis [crendo e praticando Sua Unicidade], os aceitará comprazido…”. [Az-Zumar 39: 7]. É proibido felicitar uma pessoa pelas suas festividades, independentemente do tipo de relacionamento existente entre os muçulmanos e os incrédulos.

Se os incrédulos nos felicitarem durante estas festas, não devemos responder devido que tais felicitações não fazem parte das nossas festividades, se não que, tais festividades são rejeitadas por Allah, sendo estas na sua essência inovações em suas próprias religiões. E mesmo se elas não forem em sua essência inovações, foram revogadas através da Mensagem de Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), pois o ele foi enviado não só a uma nação, mas sim, para toda a humanidade. Allah nos diz (significado em português):
 
Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHein Hein HeinHeinHein Hein? HeinHeinHeinHein?

“E quem busque outra pratica de Adoração que não seja o Islam [submissão livre e espontânea a Allah] não lhe será aceita e na Ultima Vida estará dentre os perdedores”.
[Al-‘Imraan 3: 85].

Aceitar seus convites para comemorar essas festas também é proibido, já que isso envolve o participar e apreciá-las com os incrédulos.

Além disso, é proibido imitar os incredulos na forma em que celebram suas festas, trocando presentes ou distribuindo doces e alimentos. Não é permitido tirar uma licença no trabalho para tais festividades, porque Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: “Aquele que imita um grupo de pessoas estará com eles (no inferno)”. Imam Ibn Taimiiah (que Allah tenha misericórdia dele e conceda Seu perdão) disse: “Iimitar os incrédulos (celebrando ou copiando) qualquer uma das suas festas, faz com que eles aproveitem a falsidade em que se encontram…”.

Quem faça qualquer dos atos mencionados acima é um pecador, sem importar se ele o faz como uma mera formalidade, ou porque se sente muito triste de dizer “não” ou qualquer outra desculpa; pois ao fazer isso é como se fosse suavizar (relaxar) a nossa posição com respeito a nossa religião, e porque tal ato eleva o espírito dos incrédulos e os torna orgulhosos de suas falsas religiões.

A xeique Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele e conceda Seu perdão), foi questionado sobre as regras islâmicas sobre assistir as celebrações de Natal e o trocar felicitações com os pais, não com a intenção de participar das celebrações, mas para aproveitar o fato de que todos estarão reunidos em um só lugar; sua resposta foi: “Louvado seja Allah; a primeira coisa que aquele a quem Allah abençoou com o Islam deve fazer é descartar a sua religião anterior e suas festividades”.

Os muçulmanos têm dois feriados ou ‘Ids, e só comemorar estes dois; não devemos imitar os incrédulos de nenhuma forma como fazem alguns muçulmanos ao recolher doações durante o Natal e distribuir entre os pobres. Em vez disso, o que devem fazer é coletar o dinheiro durante os dois ‘Ids ou durante épocas virtuosas e de prosperidade, como nos últimos dez dias do Ramadan ou os primeiros dez dias de Dhul Hijjah, para que os pobres não aproveitem as festividades dos incrédulos, mas desfrutem das nossas.

Como podemos observar em tudo que foi mencionado antes, o carnaval é uma celebração eminentemente pagã, produto da idolatria dos povos da antiguidade. Por tanto, a celebração do carnaval não é aceita no Islam, já que toda forma de idolatria, por menor que seja ou por mais inofensiva que pareça, é um pecado muito grave.
O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) proibiu claramente aos crentes em um Deus Único imitarem os costumes dos idólatras. Também proibiu terminantemente aos crentes de participarem destas festas, mesmo que participassem somente com a intenção de se divertirem; pois o participar destas é encorajar, confirmar e aprovar as tais.


E Allah sabe melhor
7  Outros / Carta do leitor / NATAL: ORIGEM E EFEITOS NEGATIVOS (1) em: Dezembro 24, 2013, 02:46:29


NATAL: ORIGEM E EFEITOS NEGATIVOS
[/b]



Allah SWT como misericórdia à humanidade enviou o último Mensageiro como orientação para a humanidade, e com o livro que seria luz e guia para os fiéis, e para esclarecer as verdades ocultadas e trazer a tona à verdadeira mensagem com a qual Jesus (‘aleihi salam)veio à humanidade:
HeinHein?? HeinHein? HeinHein? HeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHein HeinHein? Hein?? HeinHein?
HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHein? HeinHein?? Hein HeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHeinHein?? HeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHeinHein? Hein?? HeinHein HeinHein? HeinHein?
HeinHeinHein? Hein?? HeinHein?
HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein? HeinHein?? HeinHein? HeinHein?
Hein? Hein?? Hein? Hein? HeinHein Hein? HeinHeinHeinHein HeinHein?? HeinHein?? HeinHein?? Hein? HeinHeinHeinHein? Hein HeinHeinHein? HeinHein HeinHein?
HeinHeinHein?? HeinHein? HeinHeinHein Hein?? HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHeinHein? HeinHein? HeinHeinHein? HeinHein?
[/b][/size][/size][/size][/size][/size]
[/b]
“Louvado seja Allah que revelou o Livro ao Seu servo, no qual não colocou contradição alguma. Fê-lo reto, para admoestar do Seu castigo e alvissarar aos fiéis que praticam o bem que obterão uma boa recompensa, Da qual desfrutarão eternamente, E para admoestar aqueles que dizem: Allah teve um filho! A despeito de carecerem de conhecimento a tal respeito; o mesmo tendo acontecido com seus antepassados. É uma blasfêmia o que proferem as suas bocas; não dizem senão mentiras!É possível que te mortifiques de pena por causa deles, se não crerem nesta Mensagem. (18:1-6)

Allah SWT nos revelou o Livro da sabedoria e nos enviou um profeta que nos ensinou todo o caminho e a trilha para chegar à Satisfação de Allah e até a Sua recompensa. Nós temos orgulho de seguir a guia de Allah, e de renegar toda a incredulidade, toda a idolatria e todos os atos que nos façam parecer aos atos deles. E temos orgulho de seguir a guia do Mensageiro de Allah o qual foi enviado por Ele para nos recomendar o bem e proíbir o ilícito, prescrevendo-nos todo o bem e vedando o imundo, aliviando dos nossos fardos e nos livrando dos grilhões que nos deprimem. Temos orgulho de seguir a verdade e negar toda e qualquer falsidade. Disse Allah no Quran:

HeinHein HeinHein? HeinHein? Hein HeinHein HeinHein Hein? HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHein HeinHein?? HeinHeinHein?? Hein HeinHein HeinHein Hein? HeinHeinHein? HeinHeinHein?
Hein?? HeinHein?? Hein?? HeinHein? HeinHeinHein? Hein?? HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHein Hein HeinHein Hein HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein? HeinHeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHein? HeinHein? HeinHein? HeinHeinHein?
HeinHein HeinHeinHein HeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein? Hein?? HeinHeinHein?? HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHeinHein?? HeinHein HeinHeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein HeinHeinHein? HeinHeinHein? HeinHein?? HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein? HeinHeinHeinHein

“Allah dá testemunho de que não há mais divindade além d’Ele; os anjos e os sábios O confirmam Justiceiro; não há mais divindades além d’Ele, o Poderoso, o Prudentíssimo. Para Allah a religião é o Islam. E os adeptos do Livro só discordaram por inveja, depois que a verdade lhes foi revelada. Porém, quem nega os versículos de Allah, saiba que Allah é Destro em ajustar contas. E se eles discutirem contigo (ó Mohammad), dize-lhes: Submeto-me a Allah, assim como aqueles que me seguem! Pergunta aos adeptos do Livro e aos iletrados: Tornai-vos-ei muçulmanos? Se se tornarem encaminhar-se-ão; se negarem, sabe que a ti só compete a proclamação da Mensagem. E Allah é observador dos Seus servos.
”3:19-20

Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHein Hein HeinHeinHein Hein? HeinHeinHeinHein?

“E quem quer que almeje (impingir) outra religião, que não seja o Islam, (aquela) jamais será aceita e, no outro mundo, essa pessoa contar-se-á entre os desventurados.” 3:85

HeinHein Hein?? HeinHein? Hein HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHein? Hein?? HeinHeinHein?? Hein HeinHein? Hein Hein? HeinHein? Hein HeinHein Hein HeinHein? Hein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? Hein Hein HeinHein? Hein?? HeinHein?? Hein Hein HeinHein?? HeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHeinHein?

“E recordar-te de quando Allah disse: Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: Tomai a mim e a minha mãe por duas divindades, em vez de Deus? Respondeu: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que por direito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo que ignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível. Não lhes disse, senão o que me ordenaste: Adorai a Allah, meu Senhor e vosso! E enquanto permaneci entre eles, fui testemunha contra eles; e quando quiseste encerrar os meus dias na terra, foste Tu o seu Único observador, porque és Testemunha de tudo. Se Tu os castigas é porque são Teus servos; e se os perdoas, é porque Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo.” 5:116


O Natal e Suas Origens

HeinHeinHeinHein HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein Hein HeinHein

“repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos”
9:30

Disse Allah SWT no Quran:

HeinHein Hein?? HeinHein? Hein HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHein? Hein?? HeinHeinHein?? Hein HeinHein? Hein Hein? HeinHein? Hein HeinHein Hein HeinHein? Hein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? Hein Hein HeinHein? Hein?? HeinHein?? Hein Hein HeinHein?? HeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHeinHein?

“E recordar-te de quando Allah disse: Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: Tomai a mim e a minha mãe por duas divindades, em vez de Deus? Respondeu: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que por direito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo que ignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível. Não lhes disse, senão o que me ordenaste: Adorai a Allah, meu Senhor e vosso! E enquanto permaneci entre eles, fui testemunha contra eles; e quando quiseste encerrar os meus dias na terra, foste Tu o seu Único observador, porque és Testemunha de tudo. Se Tu os castigas é porque são Teus servos; e se os perdoas, é porque Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo.”
5:116

HeinHeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? Hein?? HeinHein? HeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHein? Hein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHeinHein HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein Hein HeinHein HeinHeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein??
HeinHeinHein?? HeinHeinHeinHein? HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHein? Hein? Hein?? HeinHein? HeinHeinHeinHein Hein?? HeinHein?? Hein?? HeinHeinHein HeinHein HeinHeinHeinHein? HeinHein? HeinHein?? Hein? HeinHein HeinHein Hein? HeinHeinHein?? HeinHein HeinHeinHein??

“Os judeus dizem: Ezra é filho de Allah; os cristãos dizem: O Messias é filho de Allah. Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Allah os combata! Como se desviam! Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Allah, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Allah. Não há mais divindade além d’Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!”
(9:30-31)

HeinHein HeinHein HeinHeinHein HeinHein?? Hein?? HeinHein? Hein? HeinHeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHeinHeinHein HeinHeinHein? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein?? HeinHein? Hein HeinHein?? HeinHeinHein HeinHein HeinHein? HeinHein? HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHeinHein?? HeinHein?? Hein?? HeinHeinHeinHein?? Hein? HeinHein??
HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHein?? Hein?? HeinHein? HeinHein? HeinHein?? Hein?? Hein? HeinHein HeinHein HeinHein HeinHein? Hein?? Hein?? HeinHeinHein? HeinHein HeinHeinHein? HeinHeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein?? HeinHein? HeinHein?
“São blasfemos aqueles que dizem: Allah é o Messias, filho de Maria, ainda quando o mesmo Messias disse: Ó israelitas, adorai a Allah, Que é meu Senhor e vosso. A quem atribuir parceiros a Allah, ser-lhe-á vedada a entrada no Paraíso e sua morada será o fogo infernal! Os iníquos jamais terão socorredores. São blasfemos aqueles que dizem: Allah é um da Trindade!, portanto não existe divindade alguma além do Allah Único. Se não desistirem de tudo quanto afirmam, um doloroso castigo açoitará os incrédulos entre eles. Por que não se voltam para Allah e imploram o Seu perdão, uma vez que Ele é Indulgente, Misericordiosíssimo?”
5:72-73

Se nós olharmos e analisarmos um pouco a história do cristianismo nós veremos como a doutrina original de Jesus (‘aleihi salam) foi modificada até sair do monoteísmo puro ensinado por Jesus (‘aleihi salam) até chegar na idolatria da doutrina cristã atual.

Nós sabemos que a doutrina pregada por Jesus (‘aleihi salam) assim como pelos demais profetas anteriores a ele foi a do Tawhid (monoteísmo puro), tal foi o ensinamento que os apóstolos de Jesus (‘aleihi salam) aprenderam dele e aplicaram em suas vidas. Ocorre, portanto que após a ascensão de Jesus (‘aleihi salam) aos céus, houve a alteração da doutrina de Jesus (‘aleihi salam) e a modificação total de seus conceitos. É comprovado que a doutrina ensinada por Jesus (‘aleihi salam) continuou sendo aplicada pelos apóstolos e seus seguidores, que jamais admitiram associar algo ou alguém junto a Allah, e consideravam Jesus (‘aleihi salam) como um Profeta e Mensageiro de Allah.


“Natal” para os nossos tempos
[/b]

“Natal” para os nossos tempos é considerado pelos cristãos como festa religiosa dedicada ao nascimento de Jesus.


 Mas esta celebração já vem desde os tempos antigos, só que a cada nação a suas formas e celebrações tomam outras figuras.


Esta é uma celebração de orígem Babilônica, depois passou para orígem Egípcia, depois para orígem Romana e depois passou para  orígem Católica.


Portanto a orígem destas festividades ao logos dos tempos e povos é para prestar um tributo a Deuses pagãos, basicamente os da Babilónia, lá onde foi conhecido como o bastião da idolatria, feiticaria, ocultismo , etc...


Infelizmente muitas pessoas pensam que as coisas acontecem por acaso, que o facto de encontrarem a ser praticada não necessita de se saber sua orígem. Tais práticas e celebrações para um crente muçulmano são para questionar.


ORÍGEM

No dia 25 de dezembro durante o solstício de inverno, os sacerdotes cananeus sacrificavam crianças de 3 meses à deusa Ishtar (ou Ashtaroth, dependendo do povo ou lugar) em uma celebração chamada “missa do menino” (um dos significados de missa é sacrifício). Tudo isso porque no dia 25 de dezembro nasceu o deus sol Ninrode (que era reencarnado em Tamuz); ora, os gregos diziam que Júpiter, o deus grego sol nasceu nesta data, o mesmo diziam os egípcios sobre o deus sol Rá, a mesma coisa diziam os romanos sobre o nascimento de Mitra, o deus sol persa que o pontifex maximus Constantino I adorava. O que mais assusta é a origem da árvore de natal. Semíramis alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia de um pedaço de árvore morta, simbolizando o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida todo ano, no dia de seu aniversário, Semíramis dizia que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela. Entretanto, o “natal” só passou a ser comemorado no século VI da nossa era, visto que esta data de 25 de dezembro, não tem em nada com o nascimento do Senhor Jesus, que a Bíblia não diz em nenhuma página, mas coincide muito com a data pagã.


Nesse dia comemoravam, faziam festas, enfeitavam suas casas com luzes.Também as velas, símbolo tradicional do Natal, são uma velha tradição pagã, pois se acendiam ao ocaso para reanimar ao deus sol, quando este se extinguia para dar lugar à noite. É relatado também que os pagãos utilizavam as árvores como forma de idolatria, ritual imitado hoje pelos cristãos.


Portanto, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao"nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada nessa data; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o dia do nascimento do misterioso deus persaMitra, o Sol da Virtude.


Portanto através disso vemos que em verdade o natal em nada tem a ver com Jesus (‘aleihi salam) ou até mesmo com o cristianismo e o que estão a fazer hoje não é nada mais nada menos do que imitar a conduta daqueles que descreram anteriormente.


A festa do nascimento do Messias (que a paz esteja com ele), denominada Natal, é em 25 de dezembro para a maioria dos cristãos. Para os coptas é o dia que corresponde ao vigésimo nono da Keehak (o quarto mês do ano copta). Esta festa é antiga e foi mencionado nos livros dos historiadores.

Eles têm muitos rituais e actos de culto, neste momento, quando eles vão para a igreja, mantendo orações especiais e serviços. A história do nascimento do Messias é mencionado em seus evangelhos - Lucas e Mateus. Foi celebrada pela primeira vez em 336 CE. O festival é influenciada por rituais pagãos, quando os romanos costumavam celebrar o deus da luz e do deus da colheita. Quando o cristianismo se tornou religião oficial dos romanos, o Natal tornou-se o festival mais importante da Europa. São Nicolau tornou-se um símbolo de oferta de presentes neste festival nos países europeus, em seguida, Papai Noel (Santa Claus) tomou o lugar de São Nicolau como símbolo da doação de presentes, especialmente às crianças

Os cristãos têm muitos rituais neste dia. Os cristãos da Palestina e das regiões vizinhas se reúnem na noite do festival em Belém, a cidade onde o Messias (que a paz esteja com ele) nasceu, para assistir a missa da meia noite entre seus outros rituais, celebra-se também o mais próximo domingo para a data de 30 de novembro, que é o dia da festa de Santo André. Este é o primeiro dia do Advento - o advento do Messias (que a paz esteja com ele). A festa atinge o seu pico quando eles ficam lá para Missa do Galo, quando as igrejas são decoradas e as pessoas cantam músicas natalinas. A época do Natal termina no dia 06 de janeiro. Alguns deles queimar parte do tronco da árvore de Natal, então mantêm a parte que não é queimada, acreditando que esta queimando lhes trará boa sorte.Essa crença é bastante difundida na Grã-Bretanha, França e países escandinavos.
 
Acaso seria isso um ensinamento de Jesus? Acaso algum dos primeiros seguidores de Jesus (‘aleihi Salam)comemorou o dia 25 de dezembro como dia do nascimento de Jesus?

Cont...

8  Outros / Carta do leitor / 7 Perguntas básicas em: Junho 05, 2013, 02:29:19
                  EM NOME DE ALLAH O BENEFICENTE O MISERICORDIOSO

                                                         
                                                7 Perguntas básicas


O QUE É O ISLAM?
A Palavra “Islam” (Islão em Português) é uma palavra Árabe que significa: Submeter e entregar a sua vontade ao Deus Todo-Poderoso. A palavra deriva da mesma raiz da palavra “salam”, que significa paz. Ao contrário dos nomes utilizados por outras religiões, como o Budismo, Hinduísmo e Cristianismo, o nome da religião do Islam foi revelado por Deus, e exerce um significado espiritual profundo - apenas através da submissão da vontade de alguém ao Deus Todo-Poderoso é que se pode obter paz verdadeira, tanto nesta vida como na Derradeira Vida.

O Islam ensina que todas as religiões originalmente tinham a mesma mensagem essencial - que era a submissão com todo o coração à vontade de Deus, e para adorá-lO somente a Ele. Por esta razão, o Islam não é uma religião nova, mas é mesma Verdade Final revelada divinamente a todos os profetas, incluindo Noé, Abraão, Moisés e Jesus.

QUEM É ALLAH?
Ouve-se com muita frequência a palavra Árabe “Allah” sendo usada em relação ao Islam. A palavra “Allah” é simplesmente a palavra Árabe para Deus O Todo-Poderoso, e é a mesma palavra utilizada por Cristãos e Judeus que falam Árabe. Se alguém pegasse em uma tradução Árabe da Bíblia, iria de ver a palavra “Allah” ser usada onde a palavra “Deus” é usada em Português. Na verdade, a palavra Árabe para Deus O Todo-Poderoso, “Allah”, é bastante semelhante à palavra Deus em outras línguas semíticas - por exemplo, a palavra Hebraica para Deus é “Elah”.

Por vários motivos, alguns não-Muçulmanos acreditam erroneamente que os Muçulmanos adoram outro Deus que o Deus de Moisés e Abraão e Jesus. Este não é certamente o caso, uma vez que o Puro Monoteísmo do Islam chama as pessoas para a adoração do Deus de Noé, Abraão, Moisés, Jesus e todos os outros profetas.A Palavra “Islam” (Islão em Português) é uma palavra Árabe que significa: Submeter e entregar a sua vontade ao Deus Todo-Poderoso. A palavra deriva da mesma raiz da palavra “salam”, que significa paz.

QUEM É MUHAMMAD?
Muhammad é o último e final Profeta que Deus enviou à humanidade foi o Profeta Muhammad. Muhammad explicou, interpretou e viveu os ensinamentos do Islam. O Profeta Muhammad é o melhor de todos os profetas por várias razões, mas principalmente devido aos resultados da sua missão terem trazido mais pessoas para a pura crença em Um Deus do que outro profeta. Mesmo que outras comunidades religiosas afirmarem acreditar em Um Único Deus, ao longo do tempo eles corrompiam as suas crenças levando os seus profetas como santos e como intercessores (juntos) com Deus O Todo-Poderoso.

Algumas religiões consideram os seus profetas sendo manifestações de Deus, “Deus Encarnado” ou o “Filho de Deus”. Todas estas falsas ideias levam a que a criatura seja adorada em vez do Criador, o que contribuiu para a prática de idolatria de acreditar que Deus O Todo-Poderoso pode ser abordado através de intermediários. A fim de proteger contra estas falsidades, o Profeta Muhammad sempre enfatizou que ele era apenas um ser humano encarregado da pregação da mensagem de Deus. Ele ensinou aos Muçulmanos a se referirem a ele como “o Mensageiro de Deus ou o Seu Escravo”.

Para os Muçulmanos, Muhammad é o exemplo supremo para todas as pessoas - ele era o profeta exemplar, o homem público exemplar, o líder militar exemplar, o governante exemplar, vizinho, marido, pai e amigo exemplar. Ao contrário de outros profetas e mensageiros, o Profeta Muhammad viveu na plena luz da história. Os Muçulmanos não precisam de ter “fé” que ele existiu e que os seus ensinamentos são preservados - ele sabem que isso é um facto. Mesmo quando os seus seguidores eram apenas algumas dezenas em número, Deus Todo-Poderoso informou Muhammad que ele tinha sido enviado como uma misericórdia para toda a humanidade. Porque as pessoas tinham distorcido ou esquecido as mensagens de Deus, Deus levou sobre Ele Próprio proteger a mensagem revelada a Muhammad. Isto porque Deus O Todo-Poderoso prometeu não mandar outro mensageiro após ele.
Uma vez que todos os mensageiros de Deus pregaram a mensagem do Islam - i.e. submissão à vontade de Deus e a adoração de Deus só - Muhammad é realmente o último profeta do Islam, não o primeiro.

O QUE É O ALCORÃO?
É a revelação final da vontade de Deus O Todo-Poderoso para toda a humanidade, que foi transmitida através do Anjo Gabriel, em Árabe, ao Profeta Muhammad no seu som, palavras e significados. O Alcorão, por vezes soletrado como Qur’aan ou Koran, foi retransmitido aos companheiros do Profeta, que por eles foi memorizado literalmente, e que tem sido publicamente e continuamente recitado por eles e os seus sucessores até ao dia presente.

Em suma, o Alcorão é o livro de orientação de Deus por excelência. O Alcorão é ainda memorizado, ensinado e aprendido por milhões de pessoas. A linguagem do Alcorão, Árabe, é ainda uma linguagem viva para milhões de pessoas, portanto ao contrário das escrituras de outras religiões, o Alcorão é ainda lido na mesma linguagem original por incontáveis milhões de pessoas.

O Alcorão é um milagre vivo na língua Árabe, e é conhecido por ser inimitável no seu estilo, forma e impacto espiritual. A revelação final de Deus à humanidade, o Alcorão, foi revelado ao Profeta Muhammad ao longo de um período de 23 anos. O Alcorão, ao contrário de muitos outros livros religiosos, foi sempre a Palavra de Deus para aqueles que acreditam, i.e. não foi algo decretado por um conselho religioso muitos anos após ter sido escrito. Além disso, o Alcorão foi recitado publicamente à frente de ambas as comunidades, a Muçulmana e não-Muçulmana durante a vida do Profeta Muhammad.

O Alcorão inteiro foi também totalmente escrito durante a vida do Profeta, e muitos dos companheiros do Profeta memorizaram o Alcorão inteiro palavra por palavra da maneira como foi revelado, Portanto, contrariamente a outras escrituras, o Alcorão esteve sempre nas mãos dos crentes comuns, foi sempre a palavra de Deus, e devido a uma memorização bem espalhada e ampla, o Alcorão foi perfeitamente preservado.

No que diz respeito aos ensinamentos do Alcorão - é uma escritura universal, e é dirigida a toda a humanidade, e não a uma determinada tribo ou “povo escolhido”. A mensagem que o Alcorão traz não é nada de novo, mas é a mesma mensagem de todos os Profetas - submissão a Deus O Todo-Poderoso e adoração somente a Ele.

Como tal, a revelação de Deus no Alcorão concentra-se sobre o ensino dos seres humanos da importância de acreditar na Unicidade de Deus e enquadrar as suas vidas em torno da orientação que Ele enviou. Além disso, o Alcorão contém às histórias dos profetas anteriores, como Abraão, Noé, Moisés e Jesus; assim como também muitos comandos e proibições de Deus. Nos tempos modernos em que muitas pessoas se encontram em dúvida, desespero espiritual e “precisão política”, os ensinamentos Alcorânicos oferecem soluções para o vazio das nossas vidas e as turbulências fascinantes deste mundo de hoje.

QUEM SÃO OS MUÇULMANOS?
A palavra Árabe “Muslim” (Muçulmano em Português) significa literalmente “alguém que se submete à vontade de Deus”. A mensagem do Islam é para o mundo inteiro e quem aceita esta mensagem tornasse um Muçulmano. Algumas pessoas acreditam erroneamente que o Islam é uma religião só para Árabes, mas nada poderia estar mais longe da verdade, uma vez que na actualidade mais de 80% dos Muçulmanos do mundo não são Árabes.
Embora a maioria dos Árabes serem Muçulmanos, existem Árabes que são Cristãos, Judeus e ateus. Se alguém lançar um olhar sobre as várias pessoas que vivem no Mundo Muçulmano - da Nigéria a Bósnia, e de Marrocos à Indonésia - é fácil de ver que os Muçulmanos vêm de todas as diferentes raças, etnias e nacionalidades.

Desde o início, o Islam teve uma mensagem universal para todas as pessoas. Isto pode ser visto no facto de que alguns dos primeiros companheiros do Profeta Muhammad não eram apenas Árabes, mas também Persas, Africanos e Romanos Bizantinos. Ser um Muçulmano implica a aceitação completa e obediência activa à vontade revelada de Deus O-Todo-Poderoso. Um Muçulmano é uma pessoa que aceita livremente basear-se nas suas crenças, valores e fé na vontade do Deus Todo-Poderoso.
No passado, mesmo hoje em dia não se vendo muito, a palavra “Muhametanos ou Maometanos” era frequentemente usada como um rótulo para os Muçulmanos. Este título é um termo impróprio e é o resultado de uma distorção deliberada ou pura ignorância. Uma das razões para o mal-entendido é que os Europeus foram ensinados ao longo dos séculos que os Muçulmanos adoravam o Profeta Muhammad da mesma forma que os Cristãos adoram Jesus. Isto não é verdade uma vez que o Muçulmano não é permitido adorar alguém ou qualquer coisa além de Deus O Todo-Poderoso.

QUAIS SÃO OS FUNDAMENTOS DO ISLAM?
O fundamento da fé Islâmica é a crença na Unicidade de Deus. Isto significa acreditar que só existe somente um Criador e Sustentador de tudo no Universo, e que nada é divino ou digno de ser adorado excepto Ele. Acreditar verdadeiramente na Unicidade de Deus significa muito mais do que simplesmente acreditar que existe “Um Deus” - em oposição de dois, três ou quatro. Existem um certo número de religiões que afirmam acreditar em “Um Deus” e acreditam que por fim só existe um Criador e Sustentador do Universo. No entanto, o Islam, não só insiste nisto, mas rejeita também o uso de palavras como “Senhor” e “Salvador” para alguém além de Deus O Todo-Poderoso. O Islam rejeita igualmente a utilização de todos os intermediários entre Deus e (o) Homem, e insiste que as pessoas abordem Deus directamente e que reservem toda a adoração somente para Ele sozinho. Os Muçulmanos acreditam que Deus O Todo-Poderoso é Compassivo, Amoroso e Misericordiosíssimo.

A essência de falsidade é a afirmação que Deus não pode lidar e perdoar as Suas criaturas directamente. Por exceder a carga do pecado, como também afirmar que Deus não te pode perdoar directamente, as religiões falsas procuram levar as pessoas a perderem a esperança da Misericórdia de Deus. Uma vez que eles estão convencidos de que eles não podem abordar Deus directamente, as pessoas podem então ser enganadas a se virarem para deuses falsos para ajuda. Estes “deuses falsos” podem assumir várias formas, como santos, anjos, ou alguém que acredita-se ser o “Filho de Deus” ou “A Encarnação de Deus”. Em quase todos os casos, as pessoas que adoram, oram e procuram ajuda de um deus falso não consideram que (este deus falso) seja, ou não lhe chamam, um “deus”. Ele afirmam acreditar em Um Deus Supremo, mas afirmam que ele oram a; e adoram outros ao lado de Deus só para se aproximarem dEle. No Islam, existe uma distinção clara entre o Criador e o criado. Não existe qualquer ambiguidade na divindade - qualquer coisa que é criada não merece adoração e somente o Criador é que merece ser adorado. Algumas religiões acreditam erroneamente que Deus tornou-se parte da Sua criação, isto levou as pessoas a acreditar que elas podem adorar algo que foi criado a fim de chegar ao seu Criador.

Os Muçulmanos acreditam que mesmo Deus sendo Único e além da compreensão - Ele não tem (nenhum) “Filho”, parceiro ou associados. Segundo a crença Muçulmana, Deus O Todo-Poderoso “não gerou e não foi gerado” - nem literalmente, alegoricamente, metaforicamente, fisicamente ou metafisicamente - Ele é Absolutamente Único e Eterno. Ele está sob o controle de tudo e é perfeitamente capaz de conceder a Sua Misericórdia e Perdão infinito a quem Ele escolher. É por isso que é chamadO de O Todo-Poderoso e Misericordiosíssimo. Deus O Todo-Poderoso criou o Universo para o homem e, como tal, quer o melhor para todos os seres humanos. Os Muçulmanos vêm tudo no Universo como um sinal da Criação e Benevolência de Deus O Todo-Poderoso. Além disso, a crença na Unidade de Deus não é apenas um conceito metafísico. É uma crença dinâmica que tem um efeito sobre a visão de alguém sobre a humanidade, sociedade e todos os aspectos da vida.

COMO VÊEM OS MUÇULMANOS A NATUREZA DO HOMEM, O SENTIDO DA VIDA E A DERRADEIRA VIDA?
No Sagrado Alcorão, Deus ensina que os seres humanos foram criados a fim de adorá-Lo, e que a base de toda a adoração verdadeira é a consciência sobre Deus. Uma vez que os ensinamentos do Islam rodeiam todos os aspectos de vida e ética, a consciência sobre Deus é incentivada em todos os assuntos humanos. O Islam torna claro que todas as acções são actos de adoração se forem feitos para Deus sozinho em conformidade com a Sua Lei Divina. Como tal, a adoração no Islam não se limita aos rituais religiosos. Os ensinamentos do Islam agem como uma misericórdia e uma cura para a alma humana, e tais qualidades como humildade, sinceridade, paciência e caridade são fortemente encorajadas. Além disso, o Islam condena orgulho e auto/própria-justiça, uma vez que Deus O Todo Poderoso é o Único Juiz da justiça humana.

O ponto de vista Islâmico sobre a natureza do homem é também realista e equilibrado. Os seres humanos não são inerentemente pecadores, mas são vistos como igualmente capazes do bem e do mal. O Islam ensina também que a fé e a acção estão de mãos dadas. Deus deu vontade livre ao homem, e a medida da fé de alguém é os seus actos e acções. No entanto, os seres humanos foram criados fracos e caiem regularmente em pecado. Esta é a natureza do ser humano, criado por Deus e a Sua Sabedoria, e não é inerentemente “corrupto” ou necessitado de reparação. Isto porque a avenida de arrependimento está sempre aberta a todos os seres humanos e Deus O Todo-Poderoso ama mais o pecador arrependido do que alguém que nunca peca.

O verdadeiro equilíbrio de uma vida Islâmica é estabelecido através de ter um temor saudável de Deus como também uma crença sincera na Sua Misericórdia infinita. Uma vida sem medo de Deus leva a pecar e desobediência, enquanto que acreditar que nós pecámos tanto que Deus possivelmente não nos vai perdoar só leva ao desespero. Na luz disto, o Islam ensina que: só os desviados desesperam da Misericórdia de seu Senhor.

Para além disto tudo, o Sagrado Alcorão, que foi revelado ao Profeta Muhammad, contém uma grande quantidade de ensinamentos sobre a Derradeira Vida e o Dia do Juízo. Devido a isto, os Muçulmanos acreditam que todos os seres humanos irão em última instância, ser julgados por Deus pelas suas crenças e acções durante as suas vidas mundanas.

A julgar os seres humanos, Deus O Todo-Poderoso será tanto Clemente e Justo, e as pessoas irão só de ser julgadas por aquilo que elas foram capazes de fazer.

Basta dizer que o Islam ensina que a vida é um teste e que todos os seres humanos serão responsáveis perante Deus. Uma crença sincera na Derradeira Vida é a chave fundamental para levar uma vida equilibrada com bom moral. Caso contrário, a vida é encarada como um fim em si mesmo, o que provoca os seres humanos serem mais egoístas, materialistas e imorais
9  Outros / Carta do leitor / GREVE, MÉDICOS, DEONTOLOGIA E DIREITOS HUMANOS em: Maio 27, 2013, 04:26:50
Que a paz esteja convosco,

O Profeta Muhammad disse, Ninguém é verdadeiro crente se não desejar para outro aquilo que deseja a si próprio.

Tudo que vos acontece é fruto do que suas mãos anteciparam (Al Corão)

O problema da saúde começou a decair quando foi dada abertura ao negócio da clínicas. Quantas clínicas e hospitais privados existem neste pais, quem está lá a trabalhar?

Quantos hospitais públicos funcionam na capacidade que deveriam funcionar? Minaram nosso sistema de saúde a anos atrás. As clínicas ficam felizes porque vão receber os médicos turbo. É por isso que chegamos no hospital e não encontramos médicos. Quem vai sofrer é o povo e os enfermeiros.

Direito, Não se pode negar o direito dos médicos, deve-se pagar aquilo que equivale ao seu trabalho. Se eles têm direito, tem direito. Reclamar é um direito se de facto merece e é legítimo.

Deontologia, poderiam haver outras formas de insatisfação sem por em causa vidas de doentes com diálogo, abaixo assinado, pré avisos, etc. A área de saúde é sensível, diferentes de outras áreas. Não podemos admitir negligencia médica, o direito a vida é um direito consagrado. Se deontologia ficou somente na academia, o nosso grau não serve. A medicina é uma profissão divina. Merecedora daqueles que querem curar as doenças da humanidade. Não se pode fazer medicina e áreas afins somente como alternativa de falta de curso ou vaga. Mas não implica que se faça uma escravatura para esta classe. Deve-se considerar. É uma área divina.

A Liga dos Direitos Humanos deveria também defender o direito dos doentes que estão acabando por morrer nos hospitais ou nos bancos de consulta.

Médicos e Enfermeiros, O Ministro de saúde face a esta situação deveria se demitir. Se uma greve ou golpe de estado é  feito por gente que não vai alterar nada e que vai piorar a situação e criar mais prejuízos não vale a pena. Tudo faz-se quando há certeza de que haverá mudança e não estragos. O Dr. Jorge Arroz tem que acautelar-se para não ser alibi ou carne de canhão de insatisfeitos com este governo. Existe alguma ordem dos médicos em Moçambique, como dos advogados e de outros que estão a ser criados? Onde está a central sindical que deveria defender os médicos.

Pedimos paciência aos médicos e enfermeiros, diálogo e outras formas de resolução sem caírem na irresponsabilidade ou por em causa a vida dos cidadãos. A paciência 'e arma da vitoria.

O governo é nosso pai, mas sente-se que este pai tem maus conselheiros que em vez de lhe aconselharem a ouvir e sentir os problemas dos filhos é sussurado e apresentado relatórios que não satisfazem os anseios dos seus filhos (povo) e que muitas vezes põem-lhes contra.

A bela pátria está ser sabotada interna e externamente. Os filhos estão a tornar-se rebeldes, o governo é espelho do povo, a culpa do governo que temos  somos nós.

Tudo que vos acontece é fruto do que suas mãos anteciparam (Al Corão)

Allah não mudará a situação (condição) de um povo sem este povo mude o que tem em si (Al Corão)

Enquanto o povo ser inimigo do estado, não teremos estado, teremos confusão.

Alguns governantes devem aceitar conselhos e não responder com arrogância.
10  Destaques / Grande Maputo / SALÁRIO MESMO MÍNIMO em: Abril 16, 2013, 08:34:16
Que a paz esteja com todos vós,

Poderia-me basear apartir do salário da mineração, os 33 e tal%. Mas vou cingir-me ao salário da maioria das pessoas.

Acho que antes de chegarmos aos 8000, que um dia se Deus quiser chegaremos lá o concelho de ministros deveria tomar em conta antes da aprovação o seguinte:


Salário Mínimo 3500,00MT (Aqui onde enquadra-se a maior força laboral)

Aumento actual (5,7%) = 199,50Mt~200Mt (200 Mt arredondado)

3500 + 200 = 3700

SEGURANÇA SOCIAL

3700 - Segurança Social (3% de 3700 = 111)

3700 - 111 = 3589

SALÁRIO - DESPESAS DE TRANSPORTE MAPUTO SEM LIGAÇÃO (1 PESSOA)

3589 - (15MT X 30 dias) = 3589 - 450 = 3139 (Sem Ligação)

Com Ligação

3589 - (30Mt x 24 dias úteis da semana) = 3589 - 720Mt = 2869

No caso de mais que uma pessoa e sé alterar o valor do custo de transporte 90Mt (3 pessoas / por 30 Mt para cada dia) com ou sem ligação x o nº de dias.

Vamos nos basear  do resultado do valor do salário apartir do custo de transporte por ligação uma vez que a maioria das pessoas no seu dia a dia é obrigado a fazer ligação.

Então tomamos como base o remanescente 2,869,00Mt depois de termos tirado a segurança social e as despesas de transporte:

Agora vamos subtrair ao valor do salário pela soma do valor das despesas (Rancho Mensal)


2,869,00Mt Salário Bruto

Despesas baseadas no Rancho básico

  600MT(25 Kg Arroz)
  700Mt (Gás ou 1 Saco de Carvão)
  300MT (Óleo)
  300MT (Energia)
  300MT (Água)
  200 Mt (Saco de Batata)
  180Mt (3Kg de Carapau9
  150Mt (5 Latas de Feijão)
  105MT (5Kg de Açucar)
  100MT (10 Pacotes de Massa)
____________________________
    2.435,00 Mt Mt Despesas de Rancho

2.869,00Mt - 2435 Mt (Rancho Mensal) = 234,00Mt

No salário de 2.869,00 Mt após as despesas básicas só resta 234, 00 Mt


Este 234,00 Mt que resta é o pão que todos os dias temos que comprar para o mata bicho.


Digam-me agora como é que uma família de 5 pessoas, em que parte das crianças vai a escola, as despesas de transporte, as despesas de vestuário, as questões de saúde, os xitique, etc, vai aguentar?

Mas mesmo assim o Moçambicano é aquele que vive,

Acabo percebendo que o Moçambicano mesmo com o salário mesmo mínimo graças a Allah vive.

Quantas vezes não vimos moçambicanos que aufruem salário mínimo suas casas apetrechadas, todos os fins de semana em xitiques, os filhos com vestuário significativo, etc...

Isso mostra que o desenvolvimento a felicidade da vida não depende do salário mínimo. Depende de Deus, pois ele é que nos criou, eles nos alimenta.

Se a nossa vida estivesse baseada no salário mínimo, onde estaríamos? Esta é a misericórdia Divina.

O segredo do contentamento e da satisfação é o agradecimento. Se vocês agradecerem Eu (Allah vou aumentar (Al Corão)

Aquele que tem pouco mas lhe chega este é por sua gratidão e é grato aos favores do Seu Senhor.

O ingrato nada lhe chega mesmo tendo muito, ele quer mais...

Espero que não seja o nosso caso, o moçambicano jamais pode ser ingrato senão vai sofrer. Se for a reclamar que reclame o que é justiça dele, não pode ser influenciado por outros ingratos do mundo ocidental que hoje estão a atravessar as piores crises, enquanto outrora os considerávamos usufruidores de boa vida. Vida de White. Mas White hoje está falido e quer ter vida de Black. Então não sejamos como eles que por nada reclamam.

Nb: Pela justiça dos Milhões de moçambicanos que dia a dia soam por este pais, cuja maioria faz parte dos 5,7% (empregados, funcionários, pedreiros, carpinteiros, técnicos,) a infraestrutura que faz moçambique crescer, deveria-se fazer justiça para seus bolsos, dar aquilo que merece, um salário justo na medida do seu trabalho.

Mesmo se receberes 20,000; 50,0000; ou 100,000 Mt


Solução

Autocontentamento, e procurar ser independente.

NOTA-SE QUE QUANTO MAIS SALÁRIO SOBE, MAIS DESPESAS TEMOS E MAIS COISAS QUE COMPRAMOS SOBEM.

 Então as despesas são maiores em relação ao que temos ou que pretendemos ter. É necessário procurarmos outros activos como rendas aprtir de negócios, comércio, etc...)

Mas antes temos que ter educação financeira, temos que reduzir nossos vícios e apetites de gastos enquanto não confiamos nenhum outro dinheiro a não ser o insuficiente salário.

Nós somos simples funcionários da empresa, não somos donos da empresas. Há coisas que não são para todos mas como ainda não experimentamos nem tentamos convinha embarcarmos para vermos o que vai dar. Se não arriscar num investimento como saberás o prejuízo ou benefícios. Estudos são uma coisa a pratica é outra coisa.

Vamos fazer negócios, mas negócios lícitos, limpos, sem juros, sem prejudicarmos as pessoas, sem pormos em causa os bens e a vida das pessoas como hoje é comum o negócio da droga, dos carros roubados, do agiotismo, dos órgãos humanos, da prostituição, do suborno, do tráfico de pessoas, armas, etc...


Vamos agradecer aqueles patrões que em vez de darem o mínimo aos trabalhadores, lhes aumentam com mais algum. Não se aproveitam do salário mínimo mesmo as suas empresas estarem a facturar para injustiçar os trabalhadores. A Esses patrões que Allah lhes de mais.


Que Allah nos torne verdadeiros gratos, para que nós possamos trabalhar e vivermos a custa do nosso suor. Não há melhor mantimento, aquele que conseguimos a custa do nosso trabalho, mesmo que fôr para carregar lenha e ir vender do que sermos pedintes dos doadores internacionais toda hora que acabamos perdendo nossa vergonha e vendermos nosso pais a custa de um empréstimo que nada fazemos e juros por pagar até gerações posteriores.
11  Destaques / Nacional / SALÁRIO MESMO MÍNIMO em: Abril 16, 2013, 08:33:34
Que a paz esteja com todos vós,

Poderia-me basear apartir do salário da mineração, os 33 e tal%. Mas vou cingir-me ao salário da maioria das pessoas.

Acho que antes de chegarmos aos 8000, que um dia se Deus quiser chegaremos lá o concelho de ministros deveria tomar em conta antes da aprovação o seguinte:


Salário Mínimo 3500,00MT (Aqui onde enquadra-se a maior força laboral)

Aumento actual (5,7%) = 199,50Mt~200Mt (200 Mt arredondado)

3500 + 200 = 3700

SEGURANÇA SOCIAL

3700 - Segurança Social (3% de 3700 = 111)

3700 - 111 = 3589

SALÁRIO - DESPESAS DE TRANSPORTE MAPUTO SEM LIGAÇÃO (1 PESSOA)

3589 - (15MT X 30 dias) = 3589 - 450 = 3139 (Sem Ligação)

Com Ligação

3589 - (30Mt x 24 dias úteis da semana) = 3589 - 720Mt = 2869

No caso de mais que uma pessoa e sé alterar o valor do custo de transporte 90Mt (3 pessoas / por 30 Mt para cada dia) com ou sem ligação x o nº de dias.

Vamos nos basear  do resultado do valor do salário apartir do custo de transporte por ligação uma vez que a maioria das pessoas no seu dia a dia é obrigado a fazer ligação.

Então tomamos como base o remanescente 2,869,00Mt depois de termos tirado a segurança social e as despesas de transporte:

Agora vamos subtrair ao valor do salário pela soma do valor das despesas (Rancho Mensal)


2,869,00Mt Salário Bruto

Despesas baseadas no Rancho básico

  600MT(25 Kg Arroz)
  700Mt (Gás ou 1 Saco de Carvão)
  300MT (Óleo)
  300MT (Energia)
  300MT (Água)
  200 Mt (Saco de Batata)
  180Mt (3Kg de Carapau9
  150Mt (5 Latas de Feijão)
  105MT (5Kg de Açucar)
  100MT (10 Pacotes de Massa)
____________________________
    2.435,00 Mt Mt Despesas de Rancho

2.869,00Mt - 2435 Mt (Rancho Mensal) = 234,00Mt

No salário de 2.869,00 Mt após as despesas básicas só resta 234, 00 Mt


Este 234,00 Mt que resta é o pão que todos os dias temos que comprar para o mata bicho.


Digam-me agora como é que uma família de 5 pessoas, em que parte das crianças vai a escola, as despesas de transporte, as despesas de vestuário, as questões de saúde, os xitique, etc, vai aguentar?

Mas mesmo assim o Moçambicano é aquele que vive,

Acabo percebendo que o Moçambicano mesmo com o salário mesmo mínimo graças a Allah vive.

Quantas vezes não vimos moçambicanos que aufruem salário mínimo suas casas apetrechadas, todos os fins de semana em xitiques, os filhos com vestuário significativo, etc...

Isso mostra que o desenvolvimento a felicidade da vida não depende do salário mínimo. Depende de Deus, pois ele é que nos criou, eles nos alimenta.

Se a nossa vida estivesse baseada no salário mínimo, onde estaríamos? Esta é a misericórdia Divina.

O segredo do contentamento e da satisfação é o agradecimento. Se vocês agradecerem Eu (Allah vou aumentar (Al Corão)

Aquele que tem pouco mas lhe chega este é por sua gratidão e é grato aos favores do Seu Senhor.

O ingrato nada lhe chega mesmo tendo muito, ele quer mais...

Espero que não seja o nosso caso, o moçambicano jamais pode ser ingrato senão vai sofrer. Se for a reclamar que reclame o que é justiça dele, não pode ser influenciado por outros ingratos do mundo ocidental que hoje estão a atravessar as piores crises, enquanto outrora os considerávamos usufruidores de boa vida. Vida de White. Mas White hoje está falido e quer ter vida de Black. Então não sejamos como eles que por nada reclamam.

Nb: Pela justiça dos Milhões de moçambicanos que dia a dia soam por este pais, cuja maioria faz parte dos 5,7% (empregados, funcionários, pedreiros, carpinteiros, técnicos,) a infraestrutura que faz moçambique crescer, deveria-se fazer justiça para seus bolsos, dar aquilo que merece, um salário justo na medida do seu trabalho.

Mesmo se receberes 20,000; 50,0000; ou 100,000 Mt


Solução

Autocontentamento, e procurar ser independente.

NOTA-SE QUE QUANTO MAIS SALÁRIO SOBE, MAIS DESPESAS TEMOS E MAIS COISAS QUE COMPRAMOS SOBEM.

 Então as despesas são maiores em relação ao que temos ou que pretendemos ter. É necessário procurarmos outros activos como rendas aprtir de negócios, comércio, etc...)

Mas antes temos que ter educação financeira, temos que reduzir nossos vícios e apetites de gastos enquanto não confiamos nenhum outro dinheiro a não ser o insuficiente salário.

Nós somos simples funcionários da empresa, não somos donos da empresas. Há coisas que não são para todos mas como ainda não experimentamos nem tentamos convinha embarcarmos para vermos o que vai dar. Se não arriscar num investimento como saberás o prejuízo ou benefícios. Estudos são uma coisa a pratica é outra coisa.

Vamos fazer negócios, mas negócios lícitos, limpos, sem juros, sem prejudicarmos as pessoas, sem pormos em causa os bens e a vida das pessoas como hoje é comum o negócio da droga, dos carros roubados, do agiotismo, dos órgãos humanos, da prostituição, do suborno, do tráfico de pessoas, armas, etc...

Vamos agradecer aqueles patrões que em vez de darem o mínimo aos trabalhadores, lhes aumentam com mais algum. Não se aproveitam do salário mínimo mesmo as suas empresas estarem a facturar para injustiçar os trabalhadores. A Esses patrões que Allah lhes de mais.


Que Allah nos torne verdadeiros gratos, para que nós possamos trabalhar e vivermos a custa do nosso suor. Não há melhor mantimento, aquele que conseguimos a custa do nosso trabalho, mesmo que fôr para carregar lenha e ir vender do que sermos pedintes dos doadores internacionais toda hora que acabamos perdendo nossa vergonha e vendermos nosso pais a custa de um empréstimo que nada fazemos e juros por pagar até gerações posteriores.
12  Outros / Carta do leitor / SALÁRIO MESMO MÍNIMO em: Abril 16, 2013, 08:30:58
Que a paz esteja com todos vós,

Poderia-me basear apartir do salário da mineração, os 33 e tal%. Mas vou cingir-me ao salário da maioria das pessoas.

Acho que antes de chegarmos aos 8000, que um dia se Deus quiser chegaremos lá o concelho de ministros deveria tomar em conta antes da aprovação o seguinte:


Salário Mínimo 3500,00MT (Aqui onde enquadra-se a maior força laboral)

Aumento actual (5,7%) = 199,50Mt~200Mt (200 Mt arredondado)

3500 + 200 = 3700

SEGURANÇA SOCIAL

3700 - Segurança Social (3% de 3700 = 111)

3700 - 111 = 3589

SALÁRIO - DESPESAS DE TRANSPORTE MAPUTO SEM LIGAÇÃO (1 PESSOA)

3589 - (15MT X 30 dias) = 3589 - 450 = 3139 (Sem Ligação)

Com Ligação

3589 - (30Mt x 24 dias úteis da semana) = 3589 - 720Mt = 2869

No caso de mais que uma pessoa e sé alterar o valor do custo de transporte 90Mt (3 pessoas / por 30 Mt para cada dia) com ou sem ligação x o nº de dias.

Vamos nos basear  do resultado do valor do salário apartir do custo de transporte por ligação uma vez que a maioria das pessoas no seu dia a dia é obrigado a fazer ligação.

Então tomamos como base o remanescente 2,869,00Mt depois de termos tirado a segurança social e as despesas de transporte:

Agora vamos subtrair ao valor do salário pela soma do valor das despesas (Rancho Mensal)


2,869,00Mt Salário Bruto

Despesas baseadas no Rancho básico

  600MT(25 Kg Arroz)
  700Mt (Gás ou 1 Saco de Carvão)
  300MT (Óleo)
  300MT (Energia)
  300MT (Água)
  200 Mt (Saco de Batata)
  180Mt (3Kg de Carapau9
  150Mt (5 Latas de Feijão)
  105MT (5Kg de Açucar)
  100MT (10 Pacotes de Massa)
____________________________
    2.435,00 Mt Mt Despesas de Rancho

2.869,00Mt - 2435 Mt (Rancho Mensal) = 234,00Mt

No salário de 2.869,00 Mt após as despesas básicas só resta 234, 00 Mt


Este 234,00 Mt que resta é o pão que todos os dias temos que comprar para o mata bicho.


Digam-me agora como é que uma família de 5 pessoas, em que parte das crianças vai a escola, as despesas de transporte, as despesas de vestuário, as questões de saúde, os xitique, etc, vai aguentar?

Mas mesmo assim o Moçambicano é aquele que vive,

Acabo percebendo que o Moçambicano mesmo com o salário mesmo mínimo graças a Allah vive.

Quantas vezes não vimos moçambicanos que aufruem salário mínimo suas casas apetrechadas, todos os fins de semana em xitiques, os filhos com vestuário significativo, etc...

Isso mostra que o desenvolvimento a felicidade da vida não depende do salário mínimo. Depende de Deus, pois ele é que nos criou, eles nos alimenta.

Se a nossa vida estivesse baseada no salário mínimo, onde estaríamos? Esta é a misericórdia Divina.

O segredo do contentamento e da satisfação é o agradecimento. Se vocês agradecerem Eu (Allah vou aumentar (Al Corão)

Aquele que tem pouco mas lhe chega este é por sua gratidão e é grato aos favores do Seu Senhor.

O ingrato nada lhe chega mesmo tendo muito, ele quer mais...

Espero que não seja o nosso caso, o moçambicano jamais pode ser ingrato senão vai sofrer. Se for a reclamar que reclame o que é justiça dele, não pode ser influenciado por outros ingratos do mundo ocidental que hoje estão a atravessar as piores crises, enquanto outrora os considerávamos usufruidores de boa vida. Vida de White. Mas White hoje está falido e quer ter vida de Black. Então não sejamos como eles que por nada reclamam.

Nb: Pela justiça dos Milhões de moçambicanos que dia a dia soam por este pais, cuja maioria faz parte dos 5,7% (empregados, funcionários, pedreiros, carpinteiros, técnicos,) a infraestrutura que faz moçambique crescer, deveria-se fazer justiça para seus bolsos, dar aquilo que merece, um salário justo na medida do seu trabalho.

Mesmo se receberes 20,000; 50,0000; ou 100,000 Mt


Solução

Autocontentamento, e procurar ser independente.

NOTA-SE QUE QUANTO MAIS SALÁRIO SOBE, MAIS DESPESAS TEMOS E MAIS COISAS QUE COMPRAMOS SOBEM.

 Então as despesas são maiores em relação ao que temos ou que pretendemos ter. É necessário procurarmos outros activos como rendas aprtir de negócios, comércio, etc...)

Mas antes temos que ter educação financeira, temos que reduzir nossos vícios e apetites de gastos enquanto não confiamos nenhum outro dinheiro a não ser o insuficiente salário.

Nós somos simples funcionários da empresa, não somos donos da empresas. Há coisas que não são para todos mas como ainda não experimentamos nem tentamos convinha embarcarmos para vermos o que vai dar. Se não arriscar num investimento como saberás o prejuízo ou benefícios. Estudos são uma coisa a pratica é outra coisa.

Vamos fazer negócios, mas negócios lícitos, limpos, sem juros, sem prejudicarmos as pessoas, sem pormos em causa os bens e a vida das pessoas como hoje é comum o negócio da droga, dos carros roubados, do agiotismo, dos órgãos humanos, da prostituição, do suborno, do tráfico de pessoas, armas, etc...


Vamos agradecer aqueles patrões que em vez de darem o mínimo aos trabalhadores, lhes aumentam com mais algum. Não se aproveitam do salário mínimo mesmo as suas empresas estarem a facturar para injustiçar os trabalhadores. A Esses patrões que Allah lhes de mais.


Que Allah nos torne verdadeiros gratos, para que nós possamos trabalhar e vivermos a custa do nosso suor. Não há melhor mantimento, aquele que conseguimos a custa do nosso trabalho, mesmo que fôr para carregar lenha e ir vender do que sermos pedintes dos doadores internacionais toda hora que acabamos perdendo nossa vergonha e vendermos nosso pais a custa de um empréstimo que nada fazemos e juros por pagar até gerações posteriores.
13  Outros / Carta do leitor / PASCOA ANTIGA E PASCOA MODERNA (Concl) em: Março 28, 2013, 09:15:22
OVOS E COELHINHOS DA PÁCOA
Na babilônia de acordo com sua histórias, um grande ovo caiu dos céus no rio Eufrates e a deusa Ishtar (Easter) eclodiu de dentro dele. Mais tarde, surgiu uma versão que incluía um ninho, em que o ovo pôde ser incubado até eclodir. Um cesto de palha ou vime era produzido para colocar o ovo da Páscoa [o ovo de Ishtar].
A Procura do Ovo de Páscoa Escondido foi criada porque, se alguém encontrasse o ovo enquanto a deusa estava "renascendo", ela concederia uma benção especial ao felizardo! Como essa era uma festividade alegre da primavera, os ovos eram pintados com as brilhantes cores da primavera. (Daqui vemos uma relação com os famosos ovos da Páscoa)
"O totem da deusa, a lua-lebre, punha ovos para as crianças comportadas comerem... a lebre da Páscoa era a forma como os celtas imaginavam a superfície da lua cheia..." (Pagan Traditions of Holidays, pg 10). Não precisa me dizer que as lebres não botam ovos, porque sabe-se muito bem  muito bem; estamos lidando com uma lenda ocultista. Tradicionalmente, essas lendas brincam são o dia dia de muitas sociedades pois elas tem essas falsidades como os factos reais.
Assim, "Easter" — Eostre ou Ishtar — era uma deusa considerada deusa da fertilidade. Visto que o coelho é uma criatura que procria rapidamente, simbolizava o ato sexual; o ovo simbolizava "nascimento" e "renovação". Juntos, o coelho da Páscoa e o ovo de Páscoa simbolizam o ato sexual e o que nasceu deles, Semíramis e Tamuz.
Os Cristãos incorporam os  "Ovos da Ressurreição" como parte da celebração da Páscoa. Os seus participante incluindo seus Padres, Cardeais e Bispos promovem os "Ovos da Ressurreição" e talvez uma Procura ao Ovo de Páscoa Escondido, lembrando a prática pagã da Babilônia.
A prática de pintar-se ovos cozidos, decorando-os com desenhos e formas abstratas.Em grande parte dos países ainda é um costume comum, embora que em outros, os ovos tenham sido substítuidos por ovos de chocolate. No entanto, o costume não é e nunca foi citado por nenhum profeta, nos seus livros bem como na bíblia. Se não tem na bíblia nem em qualquer livro profético, donde ele buscaram? É claro vimos que tudo isso eles levaram do paganismo, dos idólatras.
 Ishtar ou Astarte é considerada a deusa da fertilidade e do renascimento na mitologia anglo-saxã, na mitologia nórdica e mitologia germânica. A primavera, lebres e ovos pintados com runas eram os símbolos da fertilidade e renovação a ela associados. A lebre (e não o coelho) era seu símbolo. Suas sacerdotisas eram ditas que eram capazes de prever o futuro observando as entranhas de uma lebre sacrificada  até há rimas e canções que passam desprecibidamente nas pessoas e elas envolnvendo-se e deixar envolver, até ensinam as suas crianças a rimar (diz-se que a “coelhinho da páscoa, que trazes pra mim?” é bem mais comercialmente interessante do que “Lebre de Eostre, o que suas entranhas trazem de sorte para mim?”, que é a versão original desta rima.
A lebre de Eostre pode eles acreditavam que podia ser vista na Lua cheia e, portanto, era naturalmente associada à Lua e às deusas lunares da fertilidade. De seus cultos pagãos vindas da Babilónia, originou-se a Páscoa actual (Easter, em inglês e Ostern em alemão), que foi absorvida e misturada pelas comemorações judaico-cristãs. Os antigos povos nórdicos comemoravam o festival de Eostre no dia 30 de Março. Eostre ou Ostera (no alemão mais antigo) significa “a Deusa da Aurora” (ou novamente, o planeta Vênus). É uma Deusa anglo-saxã, teutônica, da Primavera, da Ressurreição e do Renascimento. Ela deu nome ao Shabbat Pagão, que celebra o renascimento chamado de Ostara.
Da mesma forma, neste caso, foi feita a analogia que da mesma forma que um pintinho sai do ovo, Jesus saiu da tumba! Desta maneira os líderes Católicos disseram a seu povo que o ovo era um símbolo da ressurreição de Cristo: “Abençoado, oh Senhor, te pedimos, que esta tua criação de “Ovos” seja o sustento para teus servos, comemo-los em memória de nosso Senhor Jesus Cristo”. . O papa Paulo V quando decretou uma oração em conexão com o ovo .

OFERTAS DA PÁSCOA
São derivadas da tradição em que os sacerdotes e sacerdotisas (hoje: Rabinos,Padres, irmanzinhas, Bispos, etc) traziam oferendas para os templos pagãos para a deusa da primavera, Ishtar. Eles traziam flores frescas da primavera e doces para colocar no altar do ídolo da deusa que adoravam. Eles também assavam um bolo de passas, decorando-o com cruzes para simbolizar a cruz de Wotan, ou algum outro deus pagão; (essas cruzes foram as que inspirararam a cruz de Cristo e as cruzes usadas actualmente pelos cristãos).

BOLO DE FRUTA
De fato, o primeiro caso de Bolo de Frutas Secas pode ser rastreado até cerca de 1500 AC, até Cecrops, o fundador de Atenas. Nas celebrações do Velho Testamento no Israel, vemos mulheres que assavam esses bolos para oferecê-los em adoração à Rainha dos Céus [Jeremias 44:17-18 e Oséias 3:1]. "Rainha dos Céus" noAmplified Bible Commentary diz: "Uma deusa da fertilidade, provavelmente o título babilônio para Ishtar. Ela é identificada com o planeta Vênus. As oferendas para essa deusa incluíam bolos feitos na forma de uma estrela". Mais tarde os pagãos usaram não só a forma da estrela Pentalfa como também o bolo de frutas secas.
Outra oferenda popular a Ishtar eram as roupas novas, feitas ou compradas! Os sacerdotes usavam seus melhores trajes, enquanto as virgens vestais usavam vestidos brancos novos. Elas também usavam algo para cobrir as cabeças, como chapéus de palha ou toucas de tecido e muitas se adornavam com grinaldas de flores da primavera. Elas carregavam cestos de vime cheios de doces e alimentos para oferecerem aos deuses pagãos. (Quem sabe se a questão das irmazinhas terem que ser virgens para não veio daqui).

O DIA DE ISHTAR AO REDOR DO MUNDO
O dia de Ishtar é celebrada amplamente em várias culturas, sociedades  e religiões do mundo.
1.   Babilônia — Ishtar (Easter), também chamada Deusa da Lua
2.   Católicos, Cristão e Ocidentais) — Virgem Maria (Rainha dos Céus)
3.   Chineses — Shingmoo
4.   Druidas — Virgo Paritura
5.   Egito — Ísis
6.   Efésios — Diana
7.   Etruscos — Nutria
8.   Alemães (antigos) — Herta
9.   Gregos — Afrodite / Ceres
10.   Índia — Isi / Indrani
11.   Judeus  — Astarte (Rainha dos Céus)
12.   Krishna — Devaki
13.   Roma — Vênus / Fortuna
14.   Escandinavos — Disa
15.   Sumérios — Nana ("America's Occult Holidays", Doc Marquis and Sam Pollard. pg 13)

A DETURPAÇÃO DA DOUTRINA DE JESUS ÃLAIHI SALAM

Nós sabemos que a doutrina pregada por Jesus (Ãlaihi Salám) assim como pelos demais profetas anteriores a ele foi a do Tawhid (monoteísmo puro), e o caminho dele (s) foi o Isslam tal foi o ensinamento que os apóstolos de Jesus Jesus (Ãlaihi Salám) aprenderam dele e aplicaram em suas vidas. Ocorre, portanto que após a ascensão de Jesus Jesus (Ãlaihi Salám) aos céus, houve a alteração da doutrina de Jesus Jesus (Ãlaihi Salám) e a modificação total de seus conceitos. É comprovado que a doutrina ensinada por Jesus Jesus (Ãlaihi Salám) continuou sendo aplicada pelos apóstolos e seus seguidores, que jamais admitiram associar algo ou alguém junto a Allah, e consideravam Jesus Jesus (Ãlaihi Salám) como um Profeta e Mensageiro de Allah.

Disse Allah SWT no Quran:
“E recordar-te de quando Allah disse: Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: Tomai a mim e a minha mãe por duas divindades, em vez de Deus? Respondeu: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que por direito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo que ignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível. Não lhes disse, senão o que me ordenaste: Adorai a Allah, meu Senhor e vosso! E enquanto permaneci entre eles, fui testemunha contra eles; e quando quiseste encerrar os meus dias na terra, foste Tu o seu Único observador, porque és Testemunha de tudo. Se Tu os castigas é porque são Teus servos; e se os perdoas, é porque Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo.” 5:116

Se nós olharmos e analisarmos um pouco a história do cristianismo nós veremos como a doutrina original de Jesus  foi modificada até sair do monoteísmo puro ensinado por ele até chegar na idolatria da doutrina cristã atual.

Os verdadeiros seguidores de Jesus  eram completamente unitários, acreditavam que Allah era Único sem parceiros, e que Jesus Jesus (Ãlaihi Salám) era um mensageiro de Allah, ser humano sem natureza divina. A partir daí muitos conflitos surgiram, muitos debates entre aqueles que afirmavam a Unicidade de Allah e os que afirmavam a trindade, muito sangue foi derramado, e muitos dos que afirmavam o Tawhid foram assassinados. Um grande grupo dos unitaristas estavam instalados no norte da África, e continuaram firmes no Tawhid até que quando o Islam chegou até eles, abraçaram imediatamente, pois era a mesma doutrina que Jesus (‘aleihi salam) havia ensinado. Eles também têm outros festivais, alguns dos quais são antigos e outros foram inventados recentemente. Alguns deles foram retirados os gregos e romanos que vieram antes deles, e outros fizeram parte da sua religião, mas agora desapareceu. Algumas destas festas são de grande importância para eles, e outros são de importância limitada, estando confinada a algumas igrejas ou denominações.
Cada igreja tem denominação e festivais que são exclusivos para eles, e não são celebradas por outras denominações. Os protestantes não acreditam nas festas das outras igrejas, mas eles concordam sobre os festivais importantes, como Páscoa, Natal, Ano Novo e Epifania, embora difiram quanto aos rituais e práticas envolvidas, ou algumas das razões e detalhes, ou o tempo e lugar. Inclusive a questão da cruz foi imitada dos rituais dos adoradores do deus sol, pois o emblema deles era a chamada “cruz de luz” e o mesmo foi adotado no cristianismo. E também o domingo como dia sagrado, uma vez que os pagãos consideravam o domingo como “o dia do sol”.

Mas afinal de contas quem é o ícone deturpador? Essa historia começa com um homem chamado Paulo de Tarso, um judeu que era um verdadeiro inimigo de Jesus  e dos seus seguidores. Não perdia nenhuma oportunidade de persegui-los. Ocorre que um tempo após a ascensão de Jesus, Paulo converteu-se, com a alegação de que Jesus  havia aparecido diante dele, e procurou se unir aos apóstolos. Num primeiro momento os apóstolos suspeitaram e o consideravam um espião, mas logo acabaram aceitando ele em seu meio. Ocorre que ele jamais quis recorrer aos ensinamentos dados por Jesus  a seus apóstolos, e passou a alegar que Jesus  havia lhe feito novas revelações. Quando os apóstolos desejaram expandir os ensinamentos de Jesus, resolveram ir à Grécia divulgar o tawhid já que este povo era conhecido por sua ampla idolatria e adoração a deuses que tomavam forma humana e apareciam diante deles, esses deuses casavam-se, tinham filhos, eram humanos e ao mesmo tempo espirituais, brigavam entre si, etc. Ocorre que Paulo foi junto e era um dos únicos que falava a língua grega. A princípio para uma sociedade tão idólatra era certamente difícil estabelecer o Tawhid, e aqui começou o trabalho de Paulo na alteração da mensagem e doutrina ensinada por Jesus, para se adaptar às crenças pagãs e dessa forma conseguir vários seguidores. A primeira coisa que fez foi afirmar que Jesus (Ãlaihi Salám) era filho de Deus  apartir da doutrina dos filósos como Plotino.
Este filósofo grego teve a si atribuida a famosa teoria TRINDADE PLOTINIANA, que  mais tarde foi incorporada no cristianismo ou a teoria do cristianismo actual.  A teoria consitia no seguite: Plotino dividia o universo em três hipóstases: O Uno, o Nous e a Alma. Uno refere-se a Deus que Emana coisas mas não se dar em conta. O Nous de acordo com este filósofo, descreveu como sendo umas das emanações de Deus, que vai fazer as coisas serem percebidas pelas pessoas (almas), e que todas almas devem passar por ele. E a alma que ele descreveu como Espírito e o corpo. Estas Alma não podem chegar ao Uno sem pasar do Nous.
Portanto podemos ver claramente onde é que o Cristianismo foi buscar  e o famoso EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO. Da grécia, da filosofia e de Plotino. É por isso que os cristãos dizem que não é possível chegar a Deus sem passar de Jesus, encorporaram a crença errada do filósofo acima num versículo da bíblia em que afirma que Jesus disse : Quem não vem a mim, não vem ao pai. E eles sempre usam este e outro tipo de versículo que estabelece uma relação entre PAI (Deus e FILHO (Jesus). Por isso eles muitas das igrejas tem como seu slogans JESUS É O CAMINHO, JESUS é a SALVAÇÃO. Isto tudo não é a toa tem sua orígem, e els sabem bem disso.
Então Paulo levou isso para o cristianismo e pouco a pouco estabeleceu a doutrina conhecida como Trindade. Onde o Pai seria Deus, o filho Jesus (‘aleihi salam) e o espírito santo (o anjo Gabriel) como três divindades dentro de uma única divindade (buscou isso da doutrina de Plotino Filófofo grego a famosa Trindade Plotiniana. Dessa forma adaptou os ensinamentos de Jesus (‘aleihi salam) à filosofia grega.

“São blasfemos aqueles que dizem: Allah é o Messias, filho de Maria, ainda quando o mesmo Messias disse: Ó israelitas, adorai a Allah, Que é meu Senhor e vosso. A quem atribuir parceiros a Allah, ser-lhe-á vedada a entrada no Paraíso e sua morada será o fogo infernal! Os iníquos jamais terão socorredores. São blasfemos aqueles que dizem: Allah é um da Trindade!, portanto não existe divindade alguma além do Allah Único. Se não desistirem de tudo quanto afirmam, um doloroso castigo açoitará os incrédulos entre eles. Por que não se voltam para Allah e imploram o Seu perdão, uma vez que Ele é Indulgente, Misericordiosíssimo?” 5:72-73

“Os judeus dizem: Ezra é filho de Allah; os cristãos dizem: O Messias é filho de Allah. Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Allah os combata! Como se desviam! Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Allah, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Allah. Não há mais divindade além d’Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!” (9:30-31)

Conseqüentemente os seguidores de Paulo passaram a aumentar, até construírem sua própria igreja, que mais tarde veio a ser conhecida como “igreja católica romana” e conseguirem o apoio do Imperador de Roma Contantino, que era pagão e mesmo não adotando a crença de Paulo os apoiou como forma de satisfazer seus próprios interesses.

ALGUMAS PASSAGENS INTERESSANTES DE PAULO DE TARSO
Paulo ainda chegou a confessar ter mentido em sua pregação: “Mas, se pela minha mentira abundou mais a verdade de Deus para glória sua, por que sou eu ainda julgado também como pecador?” (Romanos 3:7).

Paulo fez tudo que estava ao seu alcance para atrair quanto seguidores fosse possível, inclusive se para isso tivesse que ir contra os verdadeiros ensinamentos de Issa ou prejudicá-los, pois, devemos salientar que nunca o Messias consentiu que a vaidade se sobrepusesse a verdade. Em Coríntios 9:19-23, Paulo confessa:
“Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele”.

Os cristãos e judeus porque eles andam a seguir cegamente seus RABINOS, MONGES E PAPAS, CARDEAIS, PADRES, BISPOS E CATEQUISTAS mesmo lendo esses versículos irão preferir adorar e seguir o caminho dessas pessoas em deterimento da adoração do único Deus adorado pelo próprio Jesus e do caminho por ele seguido, Isslam. E isto é o que Allah diz .” Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Allah os combata! Como se desviam! Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Allah, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Allah. Não há mais divindade além d’Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!” (9:30-31)

Portanto através disso vemos que em verdade A PÁSCOA em nada tem a ver com Jesus ou até mesmo com o cristianismo e o que estão a fazer hoje não é nada mais nada menos do que imitar a conduta daqueles que descreram anteriormente. “ Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Allah os combata! Como se desviam! Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Allah, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Allah. Não há mais divindade além d’Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!” (9:30-31) 

Allah diz:
 “E por dizerem: Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Allah. Ora, eles nem o mataram nem o crucificaram mais isto lhes foi simulado. E, por certo, discrepam a seu respeito estão em duvida acerca disso. Ele não tem ciencia alguma disso, senão conjeturas que seguem. E não o mataram seguramente”. [Surah An-Nissa’ 4: 157].

Este versículo refuta toda alegação, filosofia e ritual concebida pelo cristianismo de que Jesus foi morto e crucificado, depois ressussitou aquilo que muitos de nós tem ouvido de muitos cristãos e quase todas igrejas de que: CRISTO MORREU PARA NOS SALVAR, SANGUE DE CRISTO, CORDEIRO DE DEUS, MORREU NA CRUZ PARA LIVRAR A HUMANIDADE DE TODOS OS PECADOS, MORREU POR NÓS, ETC...

Os Cristão tem muitas crenças desde as quais jesus é filho de Deus ou próprio Deus (Senhor) há mais  coisasque InxaAllah iremos desenvolver num futuro breve. Livro para mais detalhes sobre o verdadeiro estatuto de Jesus no Isslam Click: http://abdurrahman.org/comprel/thestausofjesusmadhkali.pdf



E ALLAH SABE MELHOR
Compilado por Juma Ismael  (Abu Umeir)
14  Outros / Carta do leitor / PASCOA ANTIGA E PASCOA MODERNA (2) em: Março 28, 2013, 09:13:58

ORÍGENS PAGÃS

PÁSCOA tem suas orígens no paganismo, pois se se voltar para um pouco da história de Babilónia, os babilônios celebravam este dia como dia como o retorno de Ishtar (Easter), a deusa da Primavera. Esse dia celebrava o renascimento, ou reencarnação, da Natureza e da deusa da Natureza.
Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera, assimilando também diversos elementos como alegóricos de morte e renascimento representados pela transição do inverno-primavera que ocorre neste período. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica como afirmamos acima, que é uma das mais importantes festas do calendário judaico, celebrada por 8 dias e onde é comemorado o êxodo dos israelitas do Egito, da escravidão para a liberdade.
De fato, para entender o significado da Páscoa cristã atual (seus rituais, crenças, formas, filosofia), é necessário não só voltar para a Idade Média e lembrar os antigos povos pagãos europeus que, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther – em inglês, Easter quer dizer Páscoa. Ostera (ou Ostara) é a deusa da Primavera ( que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Deméter. Na mitologia romana, é Ceres).  Mas também a antiguidade ou seja Babilónia. Onde Esse dia celebrava-se o retorno de Semíramis em sua forma reencarnada da deusa da primavera (vejamos aqui uma liigação com a ressureição fabricada de Cristo). Estamos a falar de  598 (antes de Cristo)
A deusa babilônia Ishtar é aquela a quem a Páscoa  é dedicada; na realidade, ela foi Semíramis, mulher de Ninrode e a verdadeira fundadora dos mistérios satânicos e idólatras da babilônia. Depois da morte de Ninrode, é dito que Semíramis criou a lenda de que ele era na realidade seu filho divino, que nasceu quando ela ainda era virgem. As religiões e seitas ocultistas estão ligados a Semíramis e Ninrode
De referir que os Judeus estavam como escravos na Babilónia isto como forma de punição por causa da sua idolatria perante todo este cenário e toda esta magia e idolatria, pois sabe-se que pela sua obediência e transgressão Allah sempre os puniu e os punesabemos de algumas passagens em que forma transformados em macacos por causa de terem desobedecido o dia de Sábath, por eles terem morto, difamado e renegando vários profetas, pelos juros,pela desobediência, pela mentira, traição, idolatria e o envolvimento na manipulagem e na magia.
 
RITUAIS  DESTE DIA
AMÂNHECER  (NASCER DO SOL)
 Eram iniciados pelos sacerdotes que serviam à deusa babilônia Ishtar para simbolicamente apressar a reencarnação de Ishtar/Easter.
O cristianismo incorporou isto apartir do ritual  da sepultura onde a alegoria ou mesmo o referido sepúlcro onde acha-se Jesus ter sido sepultado é descoberta nas primeiras horas do nascer do sol, e que váriasigrejas cristã  realizam serviços religiosos cedo de manhã para celebrar.
 Exatamente como aconteceu na Babilónia a 598 (antes de Cristo), o nascimento divino de um menino de uma mãe virgem mais de mil anos assim também os cristãos afirmam que  jesus também de novo nasceu. Isso é visível nos cultos de adoração bem cedo de manhã, ao nascer do sol neste dia.
Para os cristãos este acto consideram honrar a Jesus, isto porqur na sua crença errada e pagã eles afimam que Jesus ressuscitou na manhã do Domingo de Páscoa “ao sair do sol”.
Porém nota-se que  não só na Babilónia, os rituais relacionados com o amanhecer – de uma forma ou doutra – eram conhecidos em inúmeras nações. Os que construíram a Esfinge no Egito, o fizeram para que cuidasse do nascimento do sol que nasce do lado Oriente. Do monte Fuji-Yama [Japão] as pessoas rezam voltadas para o Oriente. Os peregrinos oram a seu sol nascente, enquanto escalam os lados da montanha. “Às vezes, podem-se ver centenas de peregrinos do Shinto [Xintoísmo] com suas túnicas brancas, saindo com suas sombrinhas cantando ao sol nascente” [A História do Culto Mundial, pág: 330]. E os “mitraistas”  pagãos de Roma, se reuniam ao amanhecer em homenagem de seu deus solar.
Vejamos o que a própria Bíblia fala sobre este ritual:
Voltando ao capítulo 8, versículo 17 de Ezequiel, quando o profeta viu 25 homens olhando para o Oriente ao amanhecer, não se importavam muito que seu costume estivesse misturado com outro culto. Mas devido a isto, Deus disse a Ezequiel: “Ele disse-me: Estás a ver, criatura humana? E a casa de Judá acha pouco praticar todas estas abominações que aqui fazem! Eles ainda enchem o país de violência, provocando a minha ira. E aí estão eles a aproximar o raminho do nariz”.

Este ritual de colocar algo mal cheiroso no nariz das pessoas era também relacionado com o amanhecer do sol no Oriente. Este era um ritual idólatra de colocar um ramo no nariz ao amanhecer, enquanto cantavam hinos ao sol nascente [Fausset, pág: 304]. Existe algum indicativo de que estes atos foram conduzidos durante a “Primavera”? Sim, existe! Na verdade, o mesmo Nome de “Easter” [Páscoa em inglês] vem da deusa da “Primavera”. Desta palavra saxônica temos em palavra “Leste”, que é o lugar onde nasce o sol.
Em Ezequiel 8: 14 lemos: “Depois levou-me até à entrada da porta do Templo de Javé, que dá para o Norte, onde estavam mulheres sentadas, a chorar pelo deus Tamuz”. E logo nos versículos seguintes, Ezequiel viu os ritos ao sol. De modo que inclusive as pessoas que conheciam a Deus, estavam misturadas com a religião da Babilônia, lamentando com Ishtar a “mãe”, o deus Tamuz morto, seu filho.
Isto fazia parte do festival de primavera [o renascimento da nova vida da vegetação, etc.], representando assim, a vinda do deus Tamuz desde o fundo da terra. E juntamente conectando com estas festividades primaveris, estavam os ritos nos quais homens olhavam [contemplavam] para o Leste, ao sol nascente.

QUARESMA
Quaresma, em latim quer dizer  quadragésima, para os cristãos dizem é o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no Domingo de Páscoa.
Muitos Cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.
A orígen disso eles atribuem a vários factos. Afirmam que na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras.
Afirmam ainda ntes de iniciar sua vida pública, logo após ter sido batizado por João Baptista (Profeta Yaha no Islam) no rio Jordão, Jesus Ãlaihi Sallam passou 40 dias no deserto. As tentações que Jesus viveu são apresentadas como aquelas que também os cristãos precisam viver. É por isso então, que os cristãos realizam uma penitência de quarenta dias, chamada quaresma.
 Na verdade a Quaresma é uma celebração da morte de Tamuz; a lenda diz que ele foi morto por um javali selvagem aos quarenta anos. Portanto, a Quaresma celebra um dia para cada ano de vida de Tamuz (America's Occult Holidays, de Doc Marquis e Sam Pollard). Os participantes deviam expressar seu pesar pela morte precoce de Tamuz pranteando, jejuando e se autoflagelando.
A Quaresma era celebrada por exatamente quarenta dias antes da celebração à deusa Ishtar/Eostre [a Páscoa pagã] e outras deusas. As seguintes culturas que celebravam ou que celebram: babilônios, católicos romanos, curdos, mexicanos, Israel antigo e, hoje, também pelas igrejas protestantes liberais e apóstatas.
Existem versículos bíblicos que condenam claramente o Quaresma Ezequiel 8:14-18; Ezequiel 9, e [Jeremias 12:17].

(CONT 2)
15  Outros / Carta do leitor / A PASCOA ANTIGA E PASCOA MODERNA em: Março 28, 2013, 09:09:40
A CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA

Louvado seja Allah, senhor do Universo e que a paz e as bênçãos de Allah estejam com o Profeta Muhammad (Sallallahu Ãlaihi Wassallam), com seus familiares, companheiros e seguidores até o dia do juízo final. Amin!

Allah como misericórdia à humanidade enviou o último Mensageiro como orientação para a humanidade, e com o livro que seria luz e guia para os fiéis, e para esclarecer as verdades ocultadas e trazer a tona à verdadeira mensagem com a qual Jesus (Ãlaihi Salam) veio à humanidade: “Louvado seja Allah que revelou o Livro ao Seu servo, no qual não colocou contradição alguma. Fê-lo reto, para admoestar do Seu castigo e alvissarar aos fiéis que praticam o bem que obterão uma boa recompensa, Da qual desfrutarão eternamente, E para admoestar aqueles que dizem: Allah teve um filho! A despeito de carecerem de conhecimento a tal respeito; o mesmo tendo acontecido com seus antepassados. É uma blasfêmia o que proferem as suas bocas; não dizem senão mentiras!É possível que te mortifiques de pena por causa deles, se não crerem nesta Mensagem. (18:1-6)

Allah nos revelou o Livro da sabedoria e nos enviou um profeta que nos ensinou todo o caminho e a trilha para chegar à Satisfação de Allah e até a Sua recompensa. Nós temos orgulho de seguir a guia de Allah, e de renegar toda a incredulidade, toda a idolatria e todos os atos que nos façam parecer aos atos deles. E temos orgulho de seguir a guia do Mensageiro de Allah o qual foi enviado por Ele para nos recomendar o bem e proíbir o ilícito, prescrevendo-nos todo o bem e vedando o imundo, aliviando dos nossos fardos e nos livrando dos grilhões que nos deprimem. Temos orgulho de seguir a verdade e negar toda e qualquer falsidade. Disse Allah no Quran:

“Allah dá testemunho de que não há mais divindade além d’Ele; os anjos e os sábios O confirmam Justiceiro; não há mais divindades além d’Ele, o Poderoso, o Prudentíssimo. Para Allah a religião é o Islam. E os adeptos do Livro só discordaram por inveja, depois que a verdade lhes foi revelada. Porém, quem nega os versículos de Allah, saiba que Allah é Destro em ajustar contas. E se eles discutirem contigo (ó Mohammad), dize-lhes: Submeto-me a Allah, assim como aqueles que me seguem! Pergunta aos adeptos do Livro e aos iletrados: Tornai-vos-ei muçulmanos? Se se tornarem encaminhar-se-ão; se negarem, sabe que a ti só compete a proclamação da Mensagem. E Allah é observador dos Seus servos.” 3:19-20

“E quem quer que almeje (impingir) outra religião, que não seja o Islam, (aquela) jamais será aceita e, no outro mundo, essa pessoa contar-se-á entre os desventurados.” 3:85

 “Ó adeptos do Livro, por que negais os versículos de Allah, conhecendo-os? Ó adeptos do Livro, por que disfarçais a verdade com a falsidade, e ocultais a verdade com pleno conhecimento?” 3:70-71

“Dize-lhes: Ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião, profanado a verdade, nem sigais o capricho daqueles que se extraviaram anteriormente, desviaram muitos outros e se desviaram da verdadeira senda!” 5:77

Como sabemos as festas de falsidade e incredulidade estão presentes em nós e na nossa sociedade, tais festas como a PÁSCOA e outras não tem base e fundamento nenhum na nossa religião, nem em suas próprias crenças (Judeus e Cristãos). As mesmas são baseadas nos atos de idolatria e adoração dos pagãos.

Esta celebração tornou-se e está a tornar-se uma grande celebração nos nossos dias, porque a mesma é  transmitida ao vivo via TV para todas as partes do mundo, bem como aparecem nas primeiras páginas de jornais, programas televisivos e revistas, ocupando e desviando uma grande parte das pessoas, bem como de coisas benéficas que poderiam ser transmitidas. Feriados e tolerância de trabalho são atribuidos para este dia, muitos muçulmanos ficam felizes, comemoram, propagam, vãos ao piquinique, etc. Sem saber ou mesmo a saber sobre a PÁSCOA sua simbologia é comum nas lojas, mercearias, etc.

 
Portanto a PÁSCOA como veremos mais adiante com provas, em nada tem a ver com Jesus (‘aleihi salam) ou até mesmo com o cristianismo e o que estão a fazer hoje não é nada mais nada menos do que imitar a conduta daqueles que descreram anteriormente.  Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Allah os combata! Como se desviam” (9:30-31)

 Se eles afirma estar a celebrar a Ressureição de Jesus, nós dissemos que não, isso tudo é falso pois de acordo com o versículo abaixo Allah diz:
 “E por dizerem: Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Allah. Ora, eles nem o mataram nem o crucificaram mais isto lhes foi simulado. E, por certo, discrepam a seu respeito estão em duvida acerca disso. Ele não tem ciencia alguma disso, senão conjeturas que seguem. E não o mataram seguramente”. [Surah An-Nissa’ 4: 157].

 
SIGNIFICADO DA PÁSCOA?

JUDAÍSMO
Para os Judeus Pácoa em Hebraico Pessach (ou seja, passagem), também conhecida como Páscoa judaica, é o nome do sacríficio executado em 14 de Nissan segundo o calendário judaico e que precede a Festa dos Pães Ázimos (Chag haMatzot). Geralmente o nome Pessach é associado a esta festa também, que celebra e recorda a libertação do povo deIsrael do Egito, conforme narrado nos seu livro de Shemot (Êxodo).
De acordo com sua tradição, a primeira celebração de Pessach ocorreu há 3500 anos, quando de acordo com a Torá, Deus enviou as Dez pragas do Egito sobre o povo do Egito. Antes da décima praga, o profeta Moisés foi instruído a pedir para que cada família hebréia sacrificasse um cordeiro e molhasse os umbrais (mezuzót) das portas com o sangue do cordeiro, para que não fossem acometidos pela morte de seus primogênitos. Eles dizem que chegada a noite, os hebreus comeram a carne do cordeiro, acompanhada de pão ázimo e ervas amargas (como o rábano, por exemplo). À meia-noite, um anjo enviado por Deus feriu de morte todos os primogênitos egípcios, desde os primogênitos dos animais até mesmo os primogênitos da casa do Faraó. Então o Faraó, temendo ainda mais a Ira Divina, aceitou liberar o povo de Israel para adoração no deserto, o que levou ao Êxodo. Como recordação desta liberação, e do castigo de Deus sobre Faraó foi instituído para todas as gerações o sacríficio de Pessach.
É importante notar quepara os Judeus Pessach significa a passagem, porém a passagem do anjo da morte, e não a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho ou outra passagem qualquer, apesar do nome evocar vários simbolismos.
Um segundo Pessach era celebrado em 14 de Iyar,para pessoas que na ocasião do primeiro Pessach estivessem impossibilitadas de ir ao Tabernáculo, fosse por motivos de impureza , ou por viagem .

CRISTIANISMO
Para os Cristãos a Páscoa cristã significaa ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição. É o dia santo mais importante da religião cristã.  Consideram eles um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.
Etse evento religioso cristão, normalmente é considerado pelas igrejas ligadas a esta corrente religiosa como a maior e a mais importante festa da Cristandade. Como afirmamos na Páscoa os cristãos dizem celebrar a Ressurreição deJesus Cristo depois da sua morte por crucificação (ver Sexta-Feira Santa) que teria ocorrido nesta época do ano em 30 ou 33 da Era Comum. O termo pode referir-se também ao período do ano canônicoque dura cerca de dois meses, desde o domingo de Páscoa até ao Pentecostes.
A orígem da PÁSCOA para os Cristãos é na festa judaica, mas tem um significado diferente. Porque vimos que o Judaísmo, Pessach representa a libertação do povo de Israel no Egito, no Cristianismo a Páscoa representa a libertação de todo os que estavam separados de Deus pelo pecado, restaurados pela morte e ressurreição de Cristo e ainda fundamentado na previalidade alegórica do sacrifício de Isaac por Abraão, a entrega de seu filho para Deus, em holocausto e expiação.
Para os cristãos a Páscoa eles crêem que representa a passagem de Deus na forma da pessoa do Filho Jesus, para a salvação e libertação de todas as nações até os confins da Terra, abrindo de vez as portas para uma vida terrena em plenitude e sem medo da morte, pautada na promessa da vida eterna e da adoção filial de todos os que confiam no Senhor. Essa passagem se dá, no período da Páscoa, através de sacrifício humilde expiatório pois, para os cristãos, Deus fez-se o cordeiro passivo, sacrificado usado em expiação de todos os pecadores.
Dizem eles que depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição. É o dia santo mais importante da religião cristã.
A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes (isto veremos mais adinate).
Na verdade A Páscoa é uma data móvel que usa a prática comum da astrologia; é celebrada no primeiro domingo após a primeira lua nova após Ostara. Essa data também tem hever com a Páscoa judaica, católica e cristã estes referindo-se a falsa morte e ressurreição de Jesus Cristo!
Todavia, a cada ano, Padres e pastores católicos e cristãos e demais, celebram a Páscoa como se fosse uma festividade Religiosa instituída divinamente, ou seja católica ou cristã. Muitos Católicos e Cristãos referem-se a esse dia que celebra a dita ressurreição de Jesus como "Domingo da Ressurreição", de modo a tentar  encobrir essa celebração pagã que falaremos abaixo.
É claro que tudo que os Cristãos relacionam sobre a PASCOA e a morte de Issa Ãlaihi Salam é mentira e são falsas histórias, pois para nós muçulmanos Jesus (Ãlaihi Salam), não morreu, não foi crussificado nem ressussitou. Allah o fez ascender aos Céus e Ele voltará quando o fim dos tempos estiver próximo. O Versículo abaixo menciona  o que na verdade aconteceu com Jesus no final da sua missão.
“E por dizerem: Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Allah. Ora, eles nem o mataram nem o crucificaram mais isto lhes foi simulado. E, por certo, discrepam a seu respeito estão em duvida acerca disso. Ele não tem ciencia alguma disso, senão conjeturas que seguem. E não o mataram seguramente”. [Surah An-Nissa’ 4: 157].
«nem o mataram nem o crucificaram mais isto lhes foi simulado.» Esta deve ser a crença que o muçulmano deve possuir em relação aos momentos finais da missão de Jesus ou seja aquilo que o aconteceu.

Mais detalhes sobre este assunto pode-se consultra o livro do Dr. Rabi Bin Hadee Al Madkhal “The statuts of Jesus in Isslam emhttp://abdurrahman.org/comprel/thestausofjesusmadhkali.pdf ”

(Cont)
Páginas: [1] 2 3