Páginas: [1]
Imprimir
Autor Tópico: NATAL: ORIGEM E EFEITOS NEGATIVOS (1)  (Lida 1482 vezes)
abuumeir
Novice
*
Mensagens: 36


juma.ismael@hotmail.com
Ver Perfil WWW E-mail
« em: Dezembro 24, 2013, 02:46:29 »



NATAL: ORIGEM E EFEITOS NEGATIVOS
[/b]



Allah SWT como misericórdia à humanidade enviou o último Mensageiro como orientação para a humanidade, e com o livro que seria luz e guia para os fiéis, e para esclarecer as verdades ocultadas e trazer a tona à verdadeira mensagem com a qual Jesus (‘aleihi salam)veio à humanidade:
HeinHein?? HeinHein? HeinHein? HeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHein HeinHein? Hein?? HeinHein?
HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHein? HeinHein?? Hein HeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHeinHein?? HeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHeinHein? Hein?? HeinHein HeinHein? HeinHein?
HeinHeinHein? Hein?? HeinHein?
HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein? HeinHein?? HeinHein? HeinHein?
Hein? Hein?? Hein? Hein? HeinHein Hein? HeinHeinHeinHein HeinHein?? HeinHein?? HeinHein?? Hein? HeinHeinHeinHein? Hein HeinHeinHein? HeinHein HeinHein?
HeinHeinHein?? HeinHein? HeinHeinHein Hein?? HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHeinHein? HeinHein? HeinHeinHein? HeinHein?
[/b][/size][/size][/size][/size][/size]
[/b]
“Louvado seja Allah que revelou o Livro ao Seu servo, no qual não colocou contradição alguma. Fê-lo reto, para admoestar do Seu castigo e alvissarar aos fiéis que praticam o bem que obterão uma boa recompensa, Da qual desfrutarão eternamente, E para admoestar aqueles que dizem: Allah teve um filho! A despeito de carecerem de conhecimento a tal respeito; o mesmo tendo acontecido com seus antepassados. É uma blasfêmia o que proferem as suas bocas; não dizem senão mentiras!É possível que te mortifiques de pena por causa deles, se não crerem nesta Mensagem. (18:1-6)

Allah SWT nos revelou o Livro da sabedoria e nos enviou um profeta que nos ensinou todo o caminho e a trilha para chegar à Satisfação de Allah e até a Sua recompensa. Nós temos orgulho de seguir a guia de Allah, e de renegar toda a incredulidade, toda a idolatria e todos os atos que nos façam parecer aos atos deles. E temos orgulho de seguir a guia do Mensageiro de Allah o qual foi enviado por Ele para nos recomendar o bem e proíbir o ilícito, prescrevendo-nos todo o bem e vedando o imundo, aliviando dos nossos fardos e nos livrando dos grilhões que nos deprimem. Temos orgulho de seguir a verdade e negar toda e qualquer falsidade. Disse Allah no Quran:

HeinHein HeinHein? HeinHein? Hein HeinHein HeinHein Hein? HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHein HeinHein?? HeinHeinHein?? Hein HeinHein HeinHein Hein? HeinHeinHein? HeinHeinHein?
Hein?? HeinHein?? Hein?? HeinHein? HeinHeinHein? Hein?? HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHein Hein HeinHein Hein HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein? HeinHeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHein? HeinHein? HeinHein? HeinHeinHein?
HeinHein HeinHeinHein HeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein? Hein?? HeinHeinHein?? HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHeinHein?? HeinHein HeinHeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein HeinHeinHein? HeinHeinHein? HeinHein?? HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein? HeinHeinHeinHein

“Allah dá testemunho de que não há mais divindade além d’Ele; os anjos e os sábios O confirmam Justiceiro; não há mais divindades além d’Ele, o Poderoso, o Prudentíssimo. Para Allah a religião é o Islam. E os adeptos do Livro só discordaram por inveja, depois que a verdade lhes foi revelada. Porém, quem nega os versículos de Allah, saiba que Allah é Destro em ajustar contas. E se eles discutirem contigo (ó Mohammad), dize-lhes: Submeto-me a Allah, assim como aqueles que me seguem! Pergunta aos adeptos do Livro e aos iletrados: Tornai-vos-ei muçulmanos? Se se tornarem encaminhar-se-ão; se negarem, sabe que a ti só compete a proclamação da Mensagem. E Allah é observador dos Seus servos.
”3:19-20

Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHein Hein HeinHeinHein Hein? HeinHeinHeinHein?

“E quem quer que almeje (impingir) outra religião, que não seja o Islam, (aquela) jamais será aceita e, no outro mundo, essa pessoa contar-se-á entre os desventurados.” 3:85

HeinHein Hein?? HeinHein? Hein HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHein? Hein?? HeinHeinHein?? Hein HeinHein? Hein Hein? HeinHein? Hein HeinHein Hein HeinHein? Hein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? Hein Hein HeinHein? Hein?? HeinHein?? Hein Hein HeinHein?? HeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHeinHein?

“E recordar-te de quando Allah disse: Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: Tomai a mim e a minha mãe por duas divindades, em vez de Deus? Respondeu: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que por direito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo que ignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível. Não lhes disse, senão o que me ordenaste: Adorai a Allah, meu Senhor e vosso! E enquanto permaneci entre eles, fui testemunha contra eles; e quando quiseste encerrar os meus dias na terra, foste Tu o seu Único observador, porque és Testemunha de tudo. Se Tu os castigas é porque são Teus servos; e se os perdoas, é porque Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo.” 5:116


O Natal e Suas Origens

HeinHeinHeinHein HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein Hein HeinHein

“repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos”
9:30

Disse Allah SWT no Quran:

HeinHein Hein?? HeinHein? Hein HeinHein Hein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHein? Hein?? HeinHeinHein?? Hein HeinHein? Hein Hein? HeinHein? Hein HeinHein Hein HeinHein? Hein Hein?? HeinHein?? HeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? Hein Hein HeinHein? Hein?? HeinHein?? Hein Hein HeinHein?? HeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHeinHein?

“E recordar-te de quando Allah disse: Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: Tomai a mim e a minha mãe por duas divindades, em vez de Deus? Respondeu: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que por direito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo que ignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível. Não lhes disse, senão o que me ordenaste: Adorai a Allah, meu Senhor e vosso! E enquanto permaneci entre eles, fui testemunha contra eles; e quando quiseste encerrar os meus dias na terra, foste Tu o seu Único observador, porque és Testemunha de tudo. Se Tu os castigas é porque são Teus servos; e se os perdoas, é porque Tu és o Poderoso, o Prudentíssimo.”
5:116

HeinHeinHein HeinHeinHein? HeinHein?? Hein?? HeinHein? HeinHeinHein HeinHeinHein?? HeinHeinHein? Hein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHeinHein HeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein Hein HeinHein HeinHeinHein?? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein??
HeinHeinHein?? HeinHeinHeinHein? HeinHeinHeinHeinHein HeinHeinHein? Hein? Hein?? HeinHein? HeinHeinHeinHein Hein?? HeinHein?? Hein?? HeinHeinHein HeinHein HeinHeinHeinHein? HeinHein? HeinHein?? Hein? HeinHein HeinHein Hein? HeinHeinHein?? HeinHein HeinHeinHein??

“Os judeus dizem: Ezra é filho de Allah; os cristãos dizem: O Messias é filho de Allah. Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Allah os combata! Como se desviam! Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Allah, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Allah. Não há mais divindade além d’Ele! Glorificado seja pelos parceiros que Lhe atribuem!”
(9:30-31)

HeinHein HeinHein HeinHeinHein HeinHein?? Hein?? HeinHein? Hein? HeinHeinHein? Hein?? HeinHein?? HeinHein? HeinHeinHein? Hein Hein?? HeinHeinHeinHein HeinHeinHein? HeinHein? HeinHein HeinHeinHein?? HeinHein? Hein HeinHein?? HeinHeinHein HeinHein HeinHein? HeinHein? HeinHein?? HeinHeinHein? HeinHeinHein?? HeinHein?? Hein?? HeinHeinHeinHein?? Hein? HeinHein??
HeinHein? HeinHein HeinHeinHein HeinHein?? Hein?? HeinHein? HeinHein? HeinHein?? Hein?? Hein? HeinHein HeinHein HeinHein HeinHein? Hein?? Hein?? HeinHeinHein? HeinHein HeinHeinHein? HeinHeinHeinHein HeinHeinHein HeinHeinHein HeinHein?? HeinHein? HeinHein?
“São blasfemos aqueles que dizem: Allah é o Messias, filho de Maria, ainda quando o mesmo Messias disse: Ó israelitas, adorai a Allah, Que é meu Senhor e vosso. A quem atribuir parceiros a Allah, ser-lhe-á vedada a entrada no Paraíso e sua morada será o fogo infernal! Os iníquos jamais terão socorredores. São blasfemos aqueles que dizem: Allah é um da Trindade!, portanto não existe divindade alguma além do Allah Único. Se não desistirem de tudo quanto afirmam, um doloroso castigo açoitará os incrédulos entre eles. Por que não se voltam para Allah e imploram o Seu perdão, uma vez que Ele é Indulgente, Misericordiosíssimo?”
5:72-73

Se nós olharmos e analisarmos um pouco a história do cristianismo nós veremos como a doutrina original de Jesus (‘aleihi salam) foi modificada até sair do monoteísmo puro ensinado por Jesus (‘aleihi salam) até chegar na idolatria da doutrina cristã atual.

Nós sabemos que a doutrina pregada por Jesus (‘aleihi salam) assim como pelos demais profetas anteriores a ele foi a do Tawhid (monoteísmo puro), tal foi o ensinamento que os apóstolos de Jesus (‘aleihi salam) aprenderam dele e aplicaram em suas vidas. Ocorre, portanto que após a ascensão de Jesus (‘aleihi salam) aos céus, houve a alteração da doutrina de Jesus (‘aleihi salam) e a modificação total de seus conceitos. É comprovado que a doutrina ensinada por Jesus (‘aleihi salam) continuou sendo aplicada pelos apóstolos e seus seguidores, que jamais admitiram associar algo ou alguém junto a Allah, e consideravam Jesus (‘aleihi salam) como um Profeta e Mensageiro de Allah.


“Natal” para os nossos tempos
[/b]

“Natal” para os nossos tempos é considerado pelos cristãos como festa religiosa dedicada ao nascimento de Jesus.


 Mas esta celebração já vem desde os tempos antigos, só que a cada nação a suas formas e celebrações tomam outras figuras.


Esta é uma celebração de orígem Babilônica, depois passou para orígem Egípcia, depois para orígem Romana e depois passou para  orígem Católica.


Portanto a orígem destas festividades ao logos dos tempos e povos é para prestar um tributo a Deuses pagãos, basicamente os da Babilónia, lá onde foi conhecido como o bastião da idolatria, feiticaria, ocultismo , etc...


Infelizmente muitas pessoas pensam que as coisas acontecem por acaso, que o facto de encontrarem a ser praticada não necessita de se saber sua orígem. Tais práticas e celebrações para um crente muçulmano são para questionar.


ORÍGEM

No dia 25 de dezembro durante o solstício de inverno, os sacerdotes cananeus sacrificavam crianças de 3 meses à deusa Ishtar (ou Ashtaroth, dependendo do povo ou lugar) em uma celebração chamada “missa do menino” (um dos significados de missa é sacrifício). Tudo isso porque no dia 25 de dezembro nasceu o deus sol Ninrode (que era reencarnado em Tamuz); ora, os gregos diziam que Júpiter, o deus grego sol nasceu nesta data, o mesmo diziam os egípcios sobre o deus sol Rá, a mesma coisa diziam os romanos sobre o nascimento de Mitra, o deus sol persa que o pontifex maximus Constantino I adorava. O que mais assusta é a origem da árvore de natal. Semíramis alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia de um pedaço de árvore morta, simbolizando o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida todo ano, no dia de seu aniversário, Semíramis dizia que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela. Entretanto, o “natal” só passou a ser comemorado no século VI da nossa era, visto que esta data de 25 de dezembro, não tem em nada com o nascimento do Senhor Jesus, que a Bíblia não diz em nenhuma página, mas coincide muito com a data pagã.


Nesse dia comemoravam, faziam festas, enfeitavam suas casas com luzes.Também as velas, símbolo tradicional do Natal, são uma velha tradição pagã, pois se acendiam ao ocaso para reanimar ao deus sol, quando este se extinguia para dar lugar à noite. É relatado também que os pagãos utilizavam as árvores como forma de idolatria, ritual imitado hoje pelos cristãos.


Portanto, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao"nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada nessa data; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o dia do nascimento do misterioso deus persaMitra, o Sol da Virtude.


Portanto através disso vemos que em verdade o natal em nada tem a ver com Jesus (‘aleihi salam) ou até mesmo com o cristianismo e o que estão a fazer hoje não é nada mais nada menos do que imitar a conduta daqueles que descreram anteriormente.


A festa do nascimento do Messias (que a paz esteja com ele), denominada Natal, é em 25 de dezembro para a maioria dos cristãos. Para os coptas é o dia que corresponde ao vigésimo nono da Keehak (o quarto mês do ano copta). Esta festa é antiga e foi mencionado nos livros dos historiadores.

Eles têm muitos rituais e actos de culto, neste momento, quando eles vão para a igreja, mantendo orações especiais e serviços. A história do nascimento do Messias é mencionado em seus evangelhos - Lucas e Mateus. Foi celebrada pela primeira vez em 336 CE. O festival é influenciada por rituais pagãos, quando os romanos costumavam celebrar o deus da luz e do deus da colheita. Quando o cristianismo se tornou religião oficial dos romanos, o Natal tornou-se o festival mais importante da Europa. São Nicolau tornou-se um símbolo de oferta de presentes neste festival nos países europeus, em seguida, Papai Noel (Santa Claus) tomou o lugar de São Nicolau como símbolo da doação de presentes, especialmente às crianças

Os cristãos têm muitos rituais neste dia. Os cristãos da Palestina e das regiões vizinhas se reúnem na noite do festival em Belém, a cidade onde o Messias (que a paz esteja com ele) nasceu, para assistir a missa da meia noite entre seus outros rituais, celebra-se também o mais próximo domingo para a data de 30 de novembro, que é o dia da festa de Santo André. Este é o primeiro dia do Advento - o advento do Messias (que a paz esteja com ele). A festa atinge o seu pico quando eles ficam lá para Missa do Galo, quando as igrejas são decoradas e as pessoas cantam músicas natalinas. A época do Natal termina no dia 06 de janeiro. Alguns deles queimar parte do tronco da árvore de Natal, então mantêm a parte que não é queimada, acreditando que esta queimando lhes trará boa sorte.Essa crença é bastante difundida na Grã-Bretanha, França e países escandinavos.
 
Acaso seria isso um ensinamento de Jesus? Acaso algum dos primeiros seguidores de Jesus (‘aleihi Salam)comemorou o dia 25 de dezembro como dia do nascimento de Jesus?

Cont...

Registado

Abu Umeir
Páginas: [1]
Imprimir
Ir para: