Páginas: [1]
Imprimir
Autor Tópico: ABAIXO ASSINADO CONTRA A DIFUSÃO DO NOVO VÍDEOCLIPE DA LIZHA JAMES, INTITULADO "  (Lida 8136 vezes)
linguadeperguntador
Global Moderator
Membro Completo
*****
Mensagens: 124


Ver Perfil
« em: Janeiro 14, 2011, 05:51:00 »

ABAIXO ASSINADO CONTRA A DIFUSÃO DO NOVO VÍDEOCLIPE DA LIZHA JAMES, INTITULADO "STOP TRÁFICO"
 
Por:  Edgar M. A. Barroso


Este abaixo-assinado é o grito de todas as pessoas preocupadas com a saúde física e mental das crianças moçambicanas. Ele representa a voz de repúdio contra as imagens chocantes, pornográficas e violentas veiculadas em horário nobre na Televisão moçambicana, as quais fazem parte do último videoclipe da cantora Lizha James.

Esta manifestação de repúdio é a voz de quem não se vai deixar calar perante um grave atropelo à saúde mental das crianças moçambicanas.

Neste sentido, nós moçambicanos que nos sentimos responsáveis pelo bem das nossas crianças, sabedores do mal terrível que se abate sobre aqueles que se tornam vítimas de tráfico de menores;

Nós moçambicanos que nos sentimos responsáveis pelo bem do nosso país, sabedores dos milhares de crianças traficadas e dos danos que uma mensagem errada pode causar;

Nós moçambicanos que nos sentimos responsáveis pelo bem do nosso povo, sabedores dos milhares de acidentes, na sua grande maioria com a constatação de perdas de vidas, em decorrência do efeito maléfico da transmissão negligente de conteúdos de sensibilização;

Nós determinamos, no mais pleno direito de nossa cidadania, a compor este “Abaixo Assinado” a fim de pleitear, junto a V. Excias., no âmbito de suas consciências e sentimento público, bem como no exercício do poder-dever de bem consciencializar, para o bem estar das nossas crianças, que sejam efectuadas modificações no videoclipe em fase promocional na Televisão moçambicana.

Nós exigimos que se retirem do vídeo:

a) as imagens mostrando o agressor da menor a despir-se e a mostrar as suas roupas íntimas;

b) A menor a ser arrastada brutalmente pelo chão pelo agressor.

ESTE VÍDEO NÃO PODE CONTINUAR A PASSAR NAS NOSSAS TELEVISÕES!!!


Com todo o respeito pela intenção, motivação e finalidade, algumas partes deste vídeo são extremamente violentas, agressivas e CONTRA-PRODUCENTES! A STV está a passá-lo em horario nobre (e as restantes televisões naturalmente o poderão passar à breve prazo, em outros programas de entretenimento largamente massificados em termos de audiência) , muitas familias estão a ficar chocadas e isso só ATERRORIZA AS CRIANÇAS! Traumatiza!...

É importante ressalvar que a questão não está no carácter realista ou realístico dos factos abordados nestas imagens. A questão está no facto disto ser um videoclipe, de interesse público e passado em horário nobre.Mostram um actor qualquer do Gungu a ARRASTAR UMA MENINA PELO CHÃO, A ATIRÁ-LA PARA A CAMA, O GAJO A DESPIR-SE TODO (até mostram a roupa interior do tipo), E DEPOIS DA CENA AINDA MOSTRAM O GAJO A REGATEAR-SE COM CHARROS E DRINQUES...

O quê? ...Agora vão dizer que querem "educar as crianças" com TERAPIA DE CHOQUE?! Epah, têm de BANIR AQUELE VÍDEO antes que se popularize... Nenhuma televisão séria deveria passar aquelas IMAGENS DE PORNOGRAFIA CENSURADA!

Desculpem-me a frontalidade. Este vídeo não é recomendável para a nossa sociedade. Pelo menos não daquele jeito. Partindo do pressuposto quase generalizado segundo o qual os vídeos e a música da Lizha (e a dos seus "colegas") são maioritariamente assistidos e consumidos pelas crianças e adolescentes (dos 3 aos 16, 17 anos), o que é que estas imagens trazem de mais valia?!

Não estou a dizer que o vídeo é péssimo ou horrível. Certamente que foi feito com a melhor das intenções mas, tal como já foi aqui ressalvado, as imagens deixam muito a desejar: intercalavam a Lizha rodeada de criancinhas, brincando e sorrindo, com imagens HORRIPILANTES de sexo quase explícito e violência...

A intenção do vídeo é até louvável. Entretanto, algumas imagens ali AGRIDEM-NOS OS OLHOS, A ALMA E O ESPIRITO! E se o chocam a mim, homem grande de quase 28 anos, de certeza que ferem a sensibilidade de muito mais gente... Há familias conservadoras, tradicionais, etc, que vêem televisão. O vídeo tem sido passado em horários em que as TVs atingem os picos mais elevados de audiencia. Aquelas cenas, por mais fiéis que sejam no retrato do abuso infantil, tráfico de menores e derivados, mexe com susceptibilidades várias! Valores...

Se queriam que o vídeo fosse contundente, porque é que a letra da música que também aparece em legenda nao é contundente?! Porquê é que não diz a letra que temos de parar de manter relações com crianças?!... Imagens falam mais que palavras, é verdade. Mas aquelas cenas não podem ser vistas por crianças. Aquilo choca. E se as crianças começam a perguntar-se sobre o que teriam estado a fazer aquele "tio" e aquela menina, naquela cama?! Porquê é que tiraram a roupa?!...

Sei lá como é que teria sido feito, de forma mais moderada, uma e outra cena. O fundamental aqui é que as cenas tinham de ser feitas de modo diferente, menos agressivo e violento. Efectivamente, não sei se esta sociedade está preparada para debates desse gênero, com a mesma acutilância que esse vídeo tenta mostrar...

Deixemos de ser apologistas do “deixa-andar”, ficando indiferentes, impávidos e serenos àquelas pequenas coisas que, vistas superficilamente, parecem nada. Sei que muita gente não pensa (ou prefere não pensar) como eu. Muita gente vai ter medo, vergonha ou receio de falar em público sobre o que pensa do vídeo porque são AMIGOS INCONDICIONAIS do Bang ou da Lizha James ou então, se forem realmente pessoas de bom senso, murmurarão pelos cantos ou nas costas deles...

Ergámo-nos e digamos NÃO!!! Ou retiram o vídeo do ar ou censuram (cortando ou adaptando, sei lá) as cenas que chocam as nossas famílias e assustam, aterrorizam e traumatizam as nossas crianças.

Façamos a diferença uma vez na vida. ADIRA À ESTA CAMPANHA E ASSINE CONTRA!!!

NOTA: Assim que receberes o email e concordares com o que aqui se defende, deixe ficar a sua assinatura e o reencaminhe para o maior número possível de emails que tiver na sua lista de contactos. AS FAMÍLIAS MOÇAMBICANAS AGRADECERÃO!
 

ASSINATURAS JÁ PATENTES:

Rui Miguel Lamarques

Agostinho Chaúque

Edgar Mundulai Armindo Barroso

Manuel Adriano Tiano

Fenias Mazive

Michel Carlos Langa

Mauro Manhica ( e familia)

Lazaro Mauricio Bamo e Mukendy Soyinka Jordan Bamo (meu filho)

Reginaldo Orlando Mangue

Nádia da Siva

Cláudia julaia,Shaquil,Shamir e Shánia Cabral

Sheila Jesuita Maxlhungo e Akeem-Prince dos Santos Luis

tony langa e sihle langa

Margarida Macamo

Américo Matavele e Paulino Kissimusse Tshombe Mavika Mpondo

José Luís Sousa e Mércia Cornélia Mondlane

EMILTA, O SEU PURA INOCENCIA INOCENCIA (FILHO), E FAMILIA

Edmundo Galiza Matos

Catarina Inês Ibraimo

Chande H. Puná

Luís Nhachote
Registado
Páginas: [1]
Imprimir
Ir para: