Páginas: [1]
Imprimir
Autor Tópico: Carta ao Exmo Ministro da Saúde Dr. Alexandre Manguele  (Lida 2911 vezes)
linguadeperguntador
Global Moderator
Membro Completo
*****
Mensagens: 124


Ver Perfil
« em: Dezembro 27, 2012, 03:14:38 »

Exmo, vim por meio desta apresentar o meu profundo descontentamento por causa das situações desumanas que se vivem no sector que V. Excia dirige.

Na noite de ontem, dia 26 de Dezembro de 2012, por volta das 22horas dirige-me ao Hospital Central de Maputo com a minha esposa gravida de 5 meses e com fortes cólicas abdominais.
Ao chegar ao HCM fomos atendidos com alguma prontidão por parte da equipe médica que estava la presente, entretanto, 10 minutos depois a minha esposa ée dada alta para se retirar ainda com fortes cólicas. Portanto, saiu como entrou. Não sei o porque foi dada alta no estado em que se encontrava sentido dores fortíssimas. Fui lhe deixar em casa dos seus familiares para que melhor tomassem conta dela, visto que seria Pai de Primeira viagem e ainda estava a aprender a Ser.

Na madrugada de Hoje, 27 de Dezembro, ela foi transportada de emergência ao Hospital Geral de Mavalane onde, segundo ela, viu atitudes dos seus profissionais que jamais imaginaria: As Enfermeiras ao invês de atenderem as Pacientes estavam de conversa fiada e algumas estavam deitadas nas Macas que deveriam ser reservadas as Pacientes. Ela foi encostada com fortes dores naquelas cadeiras desconfortáveis para uma mulher grávida, pois, as macas que poderiam ser úteis estavam a ser usadas pelas enfermeiras.

Se não fosse a pronta e rápida intervenção de uma mulher grávida e experiente na área, ela nem estaria aqui hoje para me revelar esses factos que agora escrevo para a V. Excia tomar consciência e agir em volta do descaso que milhares de cidadãos passam quando se dirigem a alguns Centros de Saude/Hospitais. Em nenhum momento ela foi atendida pelas enfermeiras, pelo que, todo o socorro foi prestado por essa senhora amável que por sorte dela la se encontrava.

Por fim, a minha Filha não sobreviveu ao momento e mesmo nessa altura não foi atendida pelas enfermeiras, pois, pelo hábito, julgam situações dessas normais e que sozinhas elas conseguem se arranjar. Hoje, ja não vou mais poder pensar nas roupinhas e berço que planejamos comprar, pois, ela já se foi e não veremos mais a nossa menina. Ela Morreu. Ainda sinto a dor bem la no fundo do coração e vou me aguentando porque a minha esposa vai precisar do seu marido forte para lhe amparar nesse momento de dor, luto e tristeza.

Sei que esse é somente mais um grito de mais um cidadão insignificante, mas, nem por isso vou deixar de partilhar essa dor que sei que muitos cidadãos tambéem passam por ela.

Excia, ja ouvi de muitas pessoas influentes que V. Excia é um profissional serio e extremamente cometido com as causas que se propõe a resolver. Por isso, peço que ponha ordem no seu sector visto que alguns e muitos dos seus subordinados fazem o seu trabalho somente pelo Pão que ganham mensalmente e há muito deixaram la fora dos Centros de Saude/Hospitais o Lado Humano do Sector.

Maputo, aos 27 de Dezembro de 2012.

Hussein Rupava.
Registado
Páginas: [1]
Imprimir
Ir para: